Saúde

Pandemia fez aumentar registros de mortes por doenças cardiovasculares, diz especialista

A maioria dos pacientes que enfartam é do sexo feminino acima dos 50 anos e homem acima dos 60 anos.

20/09/2021 às 22h04, Por Andrea Trindade

Compartilhe essa notícia

Laiane Cruz

Segundo dados da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), o número de mortes por doenças cardiovasculares cresceu até 132% no Brasil durante a pandemia.

Uma das razões para esse aumento pode estar no medo dos pacientes em buscar atendimento, por conta da covid-19.

Em entrevista ao Acorda Cidade, a cardiologista Tais Macruz, que atua em hospitais de Feira de Santana, os primeiros 20 minutos após o paciente apresentar os sintomas são cruciais e exigem atendimento médico.

“Nessa época da pandemia o que tem acontecido é que tem aumentado o número de registros de mortes por doenças cardiovasculares. O fator principal é que as pessoas têm procurado menos o atendimento. Elas sentem o sintoma e por medo da covid deixam de ir ao hospital para serem atendidos no primeiro momento. E o infarto tem que ser atendido nos primeiros 20 minutos. Mais que meia hora, o paciente perde o músculo cardíaco”, explica a cardiologista.

Conforme a especialista, o infarto é a perda de uma parte do músculo cardíaco, e os sintomas principais podem ser dor no peito e a falta de ar.

“O coração é um músculo, e o infarto é a perda funcional de um pedacinho desse músculo. O principal sintoma do infarto é a dor no peito, e o clássico é que irradia para o braço, podendo também ir para a mandíbula, mas principalmente o braço esquerdo e falta de ar.”

A maioria dos pacientes que enfartam é do sexo feminino acima dos 50 anos e homem acima dos 60 anos. Alguns fatores podem contribuir para o problema. São eles a pressão alta, diabetes, colesterol alto, obesidade, sedentarismo e o tabagismo.

“O estresse pode ser também um dos causadores de problemas cardíacos. Ele faz com que você coma mal, durma mal, se cuide de uma maneira mais displicente, fume mais, beba mais, então sem dúvida é um fator de predisposição para doenças cardiovasculares. No infarto, a primeira causa de morte é a falência cardiovascular, então o coração para de bater de uma maneira eficiente e morre. Mas pode acontecer também por arritmia, insuficiência cardíaca ou outros fatores”, destacou.

Para controlar o infarto, segundo a cardiologista Taís Macruz, o padrão ouro é realizar a hemodinâmica, fazer o cateterismo e abrir a artéria. “Agora para prevenir o infarto, é preciso tratar bem as doenças de base”, ressaltou a médica ao Acorda Cidade.

Com informações do repórter Ed Santos do Acorda Cidade.
 

Compartilhe essa notícia

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

José Ronaldo

Pré-candidatura

“Enquanto o outro candidato se cerca de influências externas, nossa campanha se constrói ao lado do público” alfineta José Ronaldo

José Ronaldo aproveitou ainda para enfatizar, em discurso, que o momento político não é renovação, mas uma oportunidade para se...

16/04/2024 às 19h04

"Eu não sei quem está aqui presente, mas quem está aqui é porque gosta de José Ronaldo", diz pré-candidato à prefeitura

Eleições 2024

"Eu não sei quem está aqui presente, mas quem está aqui é porque gosta de José Ronaldo", diz pré-candidato à prefeitura

O ex-prefeito ressaltou que mesmo após anos de serviço público, seu estilo de vida permanece modesto.

16/04/2024 às 18h59

José Ronaldo de Carvalho

Eleições 2024

Sem ACM Neto e Colbert, José Ronaldo lança pré-candidatura à prefeito de Feira de Santana em espaço lotado

O evento aconteceu no auditório da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL).

16/04/2024 às 18h51

APLB

Feira de Santana

Precatórios do Fundef: Prefeitura envia projeto à Câmara para fazer repasse aos servidores da educação

A informação é do vereador José Carneiro (UB). Em pronunciamento nesta terça (16), na Tribuna da Câmara.

16/04/2024 às 16h47

Sessão da câmara no Centro de Cultura Amélio Amorim

Feira de Santana

Secretária de Saúde será convocada pela Câmara para explicar descumprimento do piso salarial e situação precária do Samu

O requerimento, de autoria da Comissão de Saúde da Casa Legislativa, foi aprovado durante a sessão desta terça-feira (16).

16/04/2024 às 16h36

Acidente no bairro Queimadinha

Feira de Santana

Mulher morre após colidir moto contra micro-ônibus em Feira de Santana

A segunda ocupante ficou ferida e foi socorrida para o HGCA.

16/04/2024 às 15h35

image

Rádio acorda cidade