Pacientes com câncer continuam sem radioterapia em Feira

Além da doença, eles tem que enfrentar as dificuldades burocráticas do processo de regulação, para serem encaminhados a Salvador.

03/10/2009 às 09h36, Por Dilton e Feito

Compartilhe essa notícia

Os pacientes da área de oncologia que necessitam de radioterapia continuam sem atendimento em Feira de Santana. Além da doença, eles tem que enfrentar as dificuldades burocráticas do processo de regulação, para serem encaminhados a Salvador. Esta é a única alternativa até que o problema seja solucionado.

A perspectiva de reativação do serviço de radioterapia na cidade não é nada animadora. Por enquanto, só é assegurado tratamento de quimioterapia, já que a Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (Nacon), implantado no Hospital Dom Pedro de Alcântara (HDPA), tem autorização apenas para esse serviço, segundo informações do secretário municipal de Saúde, João Carlos Cavalcante.

Em entrevista ao repórter Ney Silva, o secretário explicou que foi exigência do Ministério da Saúde a instalação dos serviços para tratamento oncológicos em hospitais, “de preferência públicos, depois filantrópicos e privados”. João Carlos disse que parte de radioterapia era feita por uma clínica, mas desde janeiro o equipamento vem apresentando problemas até que parou de vez.

A opção, agora, é tentar habilitar o Nacon para prestar também o serviço de radioterapia. “Já estamos encaminhando esse pleito”, informou João Carlos Cavalcante, lembrando que a Santa Casa de Misericórdia já tem a estrutura adequada. É que a Comissão Nacional de Energia Nuclear exige instalações específicas para os serviços oncológicos, por causa da radioatividade.

 Madalena de Jesus
 

Compartilhe essa notícia

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

image

Rádio acorda cidade