Operadoras vão informar dados de pedófilos

A operadora de telefonia Vivo assinou nesta quinta-feira (17), na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Senado que investiga crimes de pedofilia, um termo de cooperação no qual se compromete a quebrar o sigilo de usuários que utilizem a internet para assediar crianças e adolescentes. O documento é assinado em conjunto com o Ministério Público […]

18/09/2009 19h07, Por Dilton e Feito

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

A operadora de telefonia Vivo assinou nesta quinta-feira (17), na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Senado que investiga crimes de pedofilia, um termo de cooperação no qual se compromete a quebrar o sigilo de usuários que utilizem a internet para assediar crianças e adolescentes.

O documento é assinado em conjunto com o Ministério Público e com a Polícia Federal. A Vivo é a terceira operadora a firmar o termo de fornecimento obrigatório de informações, como o protocolo da internet, que identifica o computador em uso.

Em dezembro do ano passado, a TIM e a Oi também se comprometeram a colaborar. Segundo o delegado da Divisão de Direitos Humanos da Polícia Federal Stênio Santos Sousa, as operadoras e os provedores não colaboram porque não são obrigados.

 “Falta uma lei obrigando um período mínimo de preservação do registro do usuário que se conecta à internet.” De acordo com o delegado, as empresas também temiam ser processadas pelo fornecimento das informações.

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade