Operadora Oi é acionada na Justiça por cobrança indevida

A empresa é acusada de cobrar indevidamente excesso de uso do Plano Oi Total e atrasar emissão de fatura.

04/03/2010 às 11h24, Por Dilton e Feito

Compartilhe essa notícia

 

O representante comercial Antônio Mário Boaventura deu entrada em uma representação judicial contra a operadora de telefonia Oi, por cobrança indevida. Em entrevista ao Acorda Cidade, ele disse que foi lesado pela empresa, que cobrou quase o dobro do valor de sua conta no plano Oi Total por excesso, quando na verdade ele só usou pouco mais da metade dos minutos contratados.

"Eu só usei 568 minutos e me cobraram 748,47. Nem atingio limite de 1.000 minutos, portanto o excesso cobrado não aconteceu", informou Antônio Mário. O tempo utilizado, de acordo com o representante comercial, foi constatado por um promotor da operadora, que foi a seu escritório fazer o levantamento. O valor mensal do plano é R$ 499,000, com bonifação de R$ 100,00, ou seja, R$ 399,00.

 

Antônio Mário reclamou também de atraso na entrega da conta. "No envelope não consta data de postagem. Quando reclamamos, a Oi transfere para os Correios e vice-versa. Isso gera multa de R$ 15,00 a R$ 20, 00 por mês de multa", desabafou. Na representação judicial ele está exigindo pagamento em dobro de tudo que foi cobrado indevido nos últimos 12 meses e danos danos morais.

Disposto a levar a questão em frente, Antônio Mário adverte que o cliente que tem o plano Oi Total está sendo lesado "de forma desonesta e irresponsável" e lamentou que não poder migrar para outra operadora, por necessidade de usar a telefonia fixa. "Infelizmente só temos essa operadora", disse.

Madalena de Jesus com informações da repórter Thaine Rodrigues

Compartilhe essa notícia

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

image

Rádio acorda cidade