Feira de Santana

ONG Patinhas de Rua pede apoio para não encerrar atividades em Feira de Santana

De acordo com a presidente da ONG, os gastos fixos mensais do Patinhas de Rua giram em torno de R$ 7 mil.

18/03/2022 14h33, Por Gabriel Gonçalves

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Laiane Cruz

Nesta semana, a ONG Patinhas de Rua anunciou que estava prestes a encerrar suas atividades em Feira de Santana, por falta de condições financeiras para continuar pagando as suas despesas mensais e dívidas acumuladas desde quando iniciou o trabalho de recolher animais abandonados, cuidando deles e os preparando para a adoção.

Em entrevista ao Acorda Cidade, a voluntária Patrícia Santos, que é presidente da ONG Patinhas de Rua, justificou a decisão, informando que sem doações a entidade não tem como se manter. Além disso, o endividamento da instituição com veterinários chegou a um ponto insustentável.

Foto: Ney Silva/Acorda Cidade

“Essa instituição foi criada em 2014, mas a gente só conseguiu registrar como ONG em 2016. Atualmente auxiliamos aproximadamente 80 animais, sendo três cavalos e um jegue. A gente se divide em dois locais. A sede fica perto do Estádio Joia da Princesa, no bairro Jardim Cruzeiro, e uma área na localidade de São Simão, no distrito de Jaíba, que foi adquirida pela ONG para construção de canis. Mas a ONG pode fechar as portas por falta de doações vindas da sociedade, que conhecem e confiam no nosso trabalho”, lamentou Patrícia Santos.

Ela explicou que quando um animal é retirado das ruas, ele gera custos para a ONG, como serviços de veterinários, alimentação e outros cuidados diários. E se esse animal não for adotado, ele permanece no espaço da entidade.

Foto: ONG Patinhas de Rua

“O que a gente precisa é colocar as despesas em aberto já há bastante tempo em ordem e também a gente precisa de doações de produtos, com materiais de limpeza e ração principalmente. A gente tem a campanha do ‘Doe 1 real mensalmente’, e se a maioria doasse a gente não estaria nessa dificuldade, apelando nas nossas redes sociais. E se alguém não pode doar uma quantia em dinheiro, pode doar saco de lixo, que a gente usa bastante e ração.”

De acordo com a presidente da ONG, os gastos fixos mensais do Patinhas de Rua giram em torno de R$ 7 mil.

“São gastos mensais com colaboradores, aluguel, Coelba, água, a parcela do carro que a gente teve que comprar, porque a carona solidária que a gente tinha, por conta da pandemia, não existiu mais, então conseguimos comprar financiado. Também tem a parcela do lote que a gente comprou. Então os gastos mensais estão girando em torno de 7 mil reais. A instituição, no decorrer dos anos, desde quando a gente começou a resgatar, acumula uma dívida de quase R$ 15 mil nos veterinários, porque a gente resgata e não consegue pagar a conta no total. Só que todos os dias a gente resgata e a dívida só vai aumentando, a gente se enrola porque não consegue pagar de uma vez”, esclareceu.

Foto: ONG Patinhas de Rua

Após o anúncio de que a ONG iria paralisar as suas ações em Feira, muitas pessoas se manifestaram na página oficial da entidade no Instagram @patinhasderuafsa, se solidarizando com a causa e se dispondo a ajudar nas despesas.

“Fiquei muito emocionada que tem muitas pessoas engajadas, que estão tentando nos ajudar a pagar essa dívida. Agora estamos tentando levantar fundos para custear as despesas. Eu sei que ontem conseguimos fazer alguns pagamentos atrasados. Eu sou muito grata porque juntos somos mais fortes. A prefeitura não ajuda em nada, mas se a população ajudar a gente não precisa ficar dependendo da prefeitura. É um trabalho que a gente oferece à sociedade, e tem muita gente aqui que abraça a causa. Mas na teoria a gente não tem como resolver, temos que resolver isso na prática. Hoje temos em torno de 80 animais, entre cães, três cavalos, um jegue e estou com quatro gatinhos na minha casa, porque a gente não tem como recolher gato, porque não temos um gatil pronto. A adoção é o ponto mais difícil, pois as pessoas estão mais é abandonando”, afirmou.

A população pode contribuir para que a ONG Patinhas de Rua continue exercendo o seu papel social, através de doações de materiais, mas também em dinheiro, que podem ser feitas através do link da vaquinha virtual https://apoia.se/5c7d41ca10508d3a5ed41029, como também por meio do PIX solidário, para as chaves [email protected] (Patricia Cristina) e o CNPJ: 29.776.891/0001-54 (Associação Patinhas de Rua).

 

Com informações do repórter Ney Silva do Acorda Cidade

 

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade