Cultura

Novo livro infantil de Márcia Mendes será lançado em live literária

O lançamento do livro A Gata que não era Xadrez acontece dia 17 de outubro, às 17h.

14/10/2020 às 15h21, Por Gabriel Gonçalves

Compartilhe essa notícia

Acorda Cidade

Um livro para refletir sobre as diferenças. As travessuras de onze gatos nos fazem repensar sobre o sentido de igualdade e o respeito à diversidade. Todos diferentes nas cores, estética e, principalmente, no comportamento, eles tinham em comum o gosto pela brincadeira, o espírito de aventura e de luta pelos direitos individuais e coletivos. O lançamento do livro A Gata que não era Xadrez, da escritora baiana Márcia Mendes, acontece dia 17 de outubro, às 17h, em uma live literária no canal do Youtube ENDTV BRASIL.

Com ilustrações de Marcelo Cardinal, a obra é inspirada no livro Era uma vez o Gato Xadrez, de autoria de Bia Vilela. A nova história dos felinos é ambientada no Pelô, uma alusão ao Centro Histórico de Salvador. Lá viviam gatinhos de todas as cores: azul, verde, vermelho, amarelo, colorido e até albino. Ah, tinha um de chita também. Eles faziam um divertido passeio até que um animal maior quis impor sua força e poder.

“Ninguém larga a patinha do outro”.

Foi a resposta da gata preta, a primeira a ter coragem de soltar seu grito de contestação a favor da garantia dos direitos de todos. A voz solitária logo ganhou respaldo dos coloridos gatos. A união fez os bichos maiores recuarem para que a paz voltasse a reinar. “Gosto de usar a literatura infantil de forma sutil para contribuir que a criança pense sobre as questões do mundo a cerca”, explica a autora, que é formada em Letras com especialização em Estudos Linguísticos e Literários e, atualmente, está concluindo o mestrado em Ensino na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB).

Com 20 páginas coloridas e inspiradoras, o livro é interativo, contém espaço em branco dedicado ao potencial criativo dos pequenos leitores. “Gosto da participação vida das crianças. Elas não querem respostas prontas; gostam de ser provocadas e estimuladas a pensar”, defende a educadora que desenvolve um projeto intitulado Um livro para chamar de meu.

Natural de Catu, desde os seis anos mora em São Sebastião do Passé, onde foi criada em um ambiente de pouco acesso à leitura, Márcia cresceu sem ter um livro em casa. “Meu contato com os livros era restrito à escola. Quando tive meu primeiro livro foi tudo para mim”, relembra. Hoje, a escritora mobiliza outros autores, editoras e amigos que queiram contribuir para o acesso à leitura através do projeto. “Em cada doação, vejo a mesma alegria no rosto das crianças que são beneficiadas. Elas abraçam o livro, cheiram, fazem bom uso”, conta sem esconder a satisfação.

Foto: Divulgação

Sobre a autora:

Era uma vez uma menina que amava tecer histórias, brincar com as palavras, inventar mundos…. A Gata que não era Xadrez é a terceira obra literária infantil da baiana Márcia Mendes. Nascida em Catu, no interior da Bahia, ela é apaixonada por brincar de escrever e escutar histórias. Escritora e professora, ela divide a paixão pela formação de professores com a literatura. Dandara, cadê você? e Quem é Amora?, são suas duas primeiras publicações, ambas lançadas no ano de 2018 pela editora Metanoia, do Rio de Janeiro.

Serviço:

O quê? “A Gata que não era Xadrez”
Quem? Autora Márcia Mendes, com ilustrações de Marcelo Cardinal
Onde? Live Literária no canal do youtube ENDTV BRASIL
Quando? Lançamento dia 17 de outubro de 2020, sábado, às 17 horas.
Como? Evento gratuito
Quanto? Os livros podem ser adquiridos por R$ 30,00 no site da editora www.metanoiaeditora.com.br.

Compartilhe essa notícia

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

image

Rádio acorda cidade