Bahia

No acumulado de 2021, vendas no varejo registrou taxa positiva de 7,9%

O crescimento nas vendas foi verificado nos segmentos de Tecidos, vestuário e calçados (23,8%), equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação(11,4%), e Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (10,1%).

07/10/2021 06h25, Por Andrea Trindade

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Acorda Cidade

 O comércio varejista baiano registrou taxas positivas de 7,9% de janeiro a agosto de 2021. O estado segue a mesma tendência nacional, que registrou taxa positiva de 5,1%. “Por quatro meses consecutivos tivemos resultados positivos. Apesar do recuo de 1,2% no mês de agosto, julho teve um crescimento de 6,6% em relação a igual mês do ano passado”, diz o secretário do Planejamento do Estado, João Leão.

Os dados, analisados pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), autarquia vinculada à Secretaria do Planejamento, foram apurados pela Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

“O Governo da Bahia tem acompanhado o mercado varejista baiano e buscado unir esforços com o setor produtivo para reaquecer a economia, seja neste segmento, seja na indústria. A SDE tem assinado diversos protocolos de intenções com empresas que estão interessadas em ampliar ou iniciar suas atividades econômicas no estado e que vão gerar emprego, renda e movimentar as cadeias produtivas. Estamos trabalhando para superar a crise”, ressalta Nelson Leal, secretário de Desenvolvimento Econômico.

Por atividade, em agosto de 2021, quando comparados ao mesmo mês do ano anterior, três segmentos que compõem o indicador do volume de vendas registraram comportamento positivo. O crescimento nas vendas foi verificado nos segmentos de Tecidos, vestuário e calçados (23,8%),Equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação(11,4%), e Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (10,1%).  

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade