Feira de Santana

Moradores do Jardim Brasil têm equipamentos queimados devido a quedas de energia

O problema está causando transtorno com a queima de equipamentos elétricos.

21/01/2022 11h09, Por Gabriel Gonçalves

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

Gabriel Gonçalves

Os moradores dos residenciais localizados no bairro Jardim Brasil em Feira de Santana, solicitaram a reportagem do Acorda Cidade para reclamar sobre as frequentes quedas de energia nestes locais.

De acordo com o morador Vlademir Lacerda, na última semana, duas quedas de energia foram registradas, e isto provoca a queima de equipamentos eletrodomésticos.

"Nesta semana por exemplo, tivemos duas quedas de energia, entramos em contato com a Coelba, infelizmente não temos respostas, fizemos um ofício através do jurídico no condomínio, também não tivemos esse retorno. Os outros síndicos também se reuniram, tentaram da mesma forma, mas sem ter respostas e nessa brincadeira, são equipamentos que queimam, são geladeiras, televisão, a gente sai para trabalhar e não sabe se a comida na geladeira vai estar estragada. Estamos sendo desrespeitados pela empresa, pois eles não emitem nenhuma justificativa para isso. Ficamos atentos à previsão do tempo, porque é o tempo fechar para chover, é certeza a energia cair", disse.

Foto: Paulo José/Acorda Cidade

Ainda de acordo com Vlademir Lacerda, o empreendimento já possui cerca de dois anos que foi inaugurado, e de lá para cá, as quedas de energia, são frequentes.

"Nesse condomínio em que a gente mora, já temos dois anos e meio que moramos, mas o complexo aqui do bairro foi inaugurado há cerca de quatro anos e desde o dia que comecei a morar aqui, este problema se repete. Infelizmente é um grande prejuízo financeiro por conta dos materiais elétricos que queimam. Existem até algumas leis em que amparam o consumidor, mas até o momento, não há relatos de que a Coelba tenha ressarcido os moradores aqui. Estamos então buscando este apoio através do Acorda Cidade e caso ainda permaneça este problema, vamos ter que acionar o sistema jurídico mais uma vez", destacou.

Também morador do residencial, o senhor Francisco de Assis, informou à reportagem do Acorda Cidade que não precisa nem chover, para a energia ficar caindo.

"A nossa situação aqui é terrível, não precisa nem chover, é armar o tempo, que a energia cai. Então cai, retorna, cai, retorna, os aparelhos ficam dando estalos e infelizmente a Coelba não nos dá nenhuma satisfação do que está acontecendo. É um condomínio novo, a Coelba arrecadando todos os meses, e não soluciona este problema. Esperamos de verdade que esta situação seja solucionada, porque ninguém aqui entende o que está acontecendo, apenas um especialista, um engenheiro elétrico, porque o consumo está aumentando e eles deveriam ampliar a rede de distribuição para os residenciais. Nós tínhamos apenas um condomínio aqui já entregue na região, hoje são quatro residenciais e a construtora vai entregar mais três residenciais neste ano e com a a previsão de entregar mais dois no próximo ano. Então está faltando ajuste para sanar esta falha aqui na rede da região", concluiu.

O Acorda Cidade entrou em contato com a Coelba e a empresa enviou a seguinte nota:

Sobre fornecimento de energia para a localidade de Jardim Brasil, em Feira de Santana, a Neoenergia Coelba esclarece que está intensificando as ações preventivas na rede elétrica que atende a localidade para dirimir a questão. Na próxima semana, a distribuidora iniciará o serviço de reforço na fiação para aumentar a confiabilidade do fornecimento de energia.

Com relação a possíveis ressarcimentos por danos elétricos, a concessionária reforça que segue as determinações estabelecidas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). As solicitações devem ser realizadas pelo titular da fatura de energia, através dos canais de atendimento da Neoenergia Coelba, cabendo ao cliente informar data e horário da ocorrência para posterior verificação pela concessionária. Além disso, os aparelhos eletrônicos danificados não devem ser consertados antes da vistoria técnica, que será agendada junto ao cliente após recebimento das informações pela distribuidora. A Neoenergia Coelba se coloca à disposição. 

 

Com informações do repórter Paulo José do Acorda Cidade

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade