Já montou seu look?

Consultora de moda dá dicas para aproveitar melhor as peças do inverno

Prestando consultoria de imagem e estilo, ela falou sobre as tendências para o inverno que já se aproxima neste mês.

19/06/2024 às 07h30, Por Jaqueline Ferreira

Compartilhe essa notícia

moda
Foto: Freepik

Há quem diga que com a chegada das estações outono e inverno, as pessoas costumam ficar mais elegantes, bonitas, vestidas com casacos, peças e roupas utilizadas não somente para aquecer, mas para demonstrar bom gosto na hora de escolher o que vestir. Pensando nisso, o Acorda Cidade conversou com Rosália Ramos, arquiteta e estrategista de imagem que atua no mundo da moda desde 2018.

Consultora Rosália Ramos --
Rosália Ramos | Foto: Arquivo Pessoal

Prestando consultoria de imagem e estilo, ela falou sobre as tendências para o inverno que já se aproxima neste mês. Na Bahia, Rosália aponta o grande desafio que é adaptar as peças utilizadas no dia a dia de sol quente, com um inverno que nem sempre fica tão frio. 

São as luxuosas vitrines que encantam com peças de frio, uma mais bonita que a outra, mas que no fim, são roupas que ficam guardadas se desgastando no armário a procura de um feixe de frio para ser usada. 

A moda com casacos de couro, sobretudos, com materiais mais pesados muitas vezes não serve para utilizar na correria do baiano, por isso, a consultora alerta para compras desnecessárias durante o inverno. 

“Andamos em ambientes climatizados ou naturais. Se a gente passa muito tempo no ar condicionado, vale a pena aderir aquela moda ali do shopping, senão, bora ficar atenta e não sair comprando tudo que as vitrines estão ali mostrando”, alertou.

moda
Foto: Raseropablo/Freepik

Segundo a consultora, realmente, a moda outono/inverno traz mais sofisticação e elegância aos looks. 

“Quando você for usar camadas de roupas, sobreposições de blazers, coletes, blusas, opte para que uma delas esteja em um tecido respirável, um algodão, linho, uma viscose macia porque você não vai sofrer tanto quando a temperatura estiver mais quente ou ali num local onde a temperatura esteja mais natural”, destacou.

Em caso que for usar uma única peça, aí sim, você poderá investir em roupas com tecidos mais estruturados, como uma alfaiataria em poliéster grosso, dando preferência a couros naturais e de qualidade, porque o sintético tem um prazo de validade muito curto para quem vai usar por pouco tempo. 

Dê preferência a roupas lisas, sem estampas porque é mais fácil de combinar com outras peças. 

Tendências

O xadrez sempre tem o seu espaço por conta dos festejos juninos, por isso, Rosália alerta que ele sempre é uma tendência na região. Para trazer mais elegância à peça, vale a pena investir em um tecido mais estruturado que traz os detalhes em xadrez.

“Dá para investir num xadrez mais encorpado que é aquele mais sofisticado, com o tecido tramado no xadrez ao invés daquele xadrez que já vem na estampa, que tem muito aquele aspecto de fantasia de festa junina e que em outras ocasiões você vai deixar encostado”, contou.

vendas no centro para o São João
Foto: Ney Silva/Acorda Cidade

O estilo slim, mais simples, foi muito usado no ano passado, este ano no período do inverno a tendência é o maximalismo que deve misturar estampas, itens com brilhos e paetês. Rosália indica que essa composição seja usada mais à noite. 

Outro estilo que também vai chamar atenção é o ladylike, inspirado em modelos usados na década de 40, mas com uma pegada mais moderna para o mundo contemporâneo e que resgata a feminilidade da época. 

“Roupas acinturadas, saias rodadas, muitos laços, flores 3D. Eu acho até uma estética adequada para o nosso clima, que não traz tanto desconforto, mas como traz também essa ornamentação, é importante observar como vai ser seu dia para não se submeter ao excesso de ornamentos”, detalhou.

Sobreposições Inteligentes

As ‘sobreposições inteligentes’ propostas pela consultora trazem uma comodidade e conforto para você não precisar sair pensando em levar um casaco na mão por medo do frio. Elas evitam a gafe e podem te deixar com menos volume nas mãos.  

Uma echarpe é um bom exemplo de sobreposição leve, que você pode guardar na bolsa e vai, inclusive, ocupar pouco espaço no guarda-roupa. Segundo Rosália, a peça costuma ser mais barata que casacos de couro, por exemplo. 

O colete também é bacana para compor o look em um ambiente levemente mais frio. Você poderá compor com uma t-shirt com manga ¾. Vai trazer um ar de moda, de personalidade e claro, fica super ideal para sair confortável. Ele também é melhor de guardar, caso o calor chegue, pois é menos volumoso.

Cores 

Pretos, brancos, tons de bege e cinza são cores que qualquer pessoa deve ter em casa. Elas são ótimas para realizar a combinação entre as sobreposições inteligentes apontadas pela consultora.

Nessa hora, se seu armário for colorido, não haverá problema, porque tudo pode combinar entre o mais casual e o mais sofisticado.

Consultora Rosália Ramos --
Foto: Arquivo Pessoal

“Quando for o caso de um colete, um blazer, você trabalha a neutralidade das cores nessa sobreposições”.

Rosália Ramos ainda falou sobre cores atemporais para você. É aquela peça ou aquela cor que a gente considera que combina, se sente bem e está usando o tempo inteiro. Pensando no seu bem-estar, não a abandone no inverno. Procure combinar com as sobreposições.

A consultora, por exemplo, disse que tem muito vermelho e roxo no guarda-roupa, tanto no inverno, quanto no verão. Ao adquirir uma peça, uma bolsa, ela já pensa em realizar combinações com o que já tem em casa. É a economia e a sustentabilidade da sua elegância.  

Mas, neste inverno as cores em alta serão o vermelho cereja, roupas monocromáticas mais escuras com pontos de cor, que pode vim num batom, bolsa ou acessório; os tons de marrom, do mais escuro ao caramelo; o preto básico também terá seu lugar. 

Nas estampas, o animal print e o xadrez podem ser incorporados nos looks. Ouse usar diferentes tipos de tecido de uma só vez, por exemplo, uma calça de couro preta, com uma blusa preta de algodão ou cetim que pode funcionar bem no inverno.

Consultora Rosália Ramos --
Foto: Arquivo Pessoal

Conjuntinhos de alfaiataria vão continuar sendo tendência e podem ser usados durante o dia. 

Para os pés, o tênis bege é uma boa pedida para quem não quiser usar as famosas botas.

Imagem

Prezar a sua imagem também faz parte do universo da moda. Por isso, a consultora indica que você não ande por aí com as unhas descascadas, roupas amassadas, por exemplo. Pensar sempre que você é o seu cartão de visita é a dica.

Conheça seus gostos, o que te deixa bem. Também se antecipe e procure saber onde vai estar. As redes sociais hoje facilitam para as pessoas verem onde querem estar, para então, se prepararem para chegar lá, “chegando”. 

“Dê uma olhadinha na rede social do comércio que você vai e veja como as pessoas estão vestidas ali. Seja desde um local mais humilde ou mais sofisticados”. 

Outra metodologia de moda apontada pela consultora são os sete estilos universais que podem te ajudar a entender a comunicação que você quer passar através da sua imagem. Eles são o casual, elegante, clássico, romântico, sexy, dramático ou criativo, e aí? Já escolheu o seu look?

Com informações de Iasmim Santos do Acorda Cidade

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

image

Rádio acorda cidade