Feminicídio

Médico acusado de matar ex-mulher será interrogado no Fórum Filinto Bastos

Ela foi encontrada morta no dia 28 de agosto de 2021, próximo à entrada do distrito da Matinha, às margens da BR-116.

11/01/2022 08h56, Por Andrea Trindade

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Andrea Trindade

Acontece nesta terça-feira (11) no fórum Desembargador Filinto Bastos, em Feira de Santana, a audiência de instrução do caso de feminicídio que vitimou Gabriela Jardim Peixoto, 35 anos. Ela foi encontrada morta no dia 28 de agosto de 2021, próximo à entrada do distrito da Matinha, às margens da BR-116, quase uma semana após o seu desaparecimento.

Ao todo, 11 testemunhas serão ouvidas hoje, além do acusado, o médico Antônio Marcos Rêgo Costa. Ao Acorda Cidade, o promotor de Justiça Rafael Andrade explicou que é nesta etapa que será definido se o caso vai para júri popular ou não.

Promotor Rafael Andrade | Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

“A audiência de instrução ocorre para oitivas de testemunhas da acusação e da defesa e ao final é feito o interrogatório do acusado. É a primeira fase do julgamento, e é nesta etapa que será decidido se o caso vai à júri popular ou não. Foram arroladas oito testemunhas e se possível serão ouvidas todas hoje”, informou.

O advogado Guga Leal destacou que o médico se apresentou espontaneamente à delegacia, no ano passado, e que pode informar algum detalhe antes não dito sobre o caso.

Advogado Guga Leal | Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

"Ele assumiu o risco da morte, uma vez que informa que teria deixado ela, mas não se lembra do que aconteceu. Ele vai explicar de fato o que aconteceu à juíza. Eles estavam usando drogas, estavam bebendo há algum tempo, cerca de 24 horas, e tudo isso fez com que ele não se lembrasse, mas acredito que hoje, ele já deva informar com mais precisão alguma coisa que naquele tempo deixou de informar. Ele está disposto a contribuir com a justiça, como de fato vem fazendo. Ele está cumprindo todas as determinações impostas pelo diretor do Conjunto Penal, o major Allan Araujo, e mesmo tendo direito a uma cela especial ele não fez nenhum tipo de objeção, a defesa não fez nenhum tipo de objeção relacionada a isso”, informou o advogado do médico ao Acorda Cidade.

Foto: Aldo Matos/Acorda Cidade | Médico Antônio Marcos é interrogado
 

Esta reportagem está em atualização. Aguarde mais informações 

Leia também:

Justiça mantém prisão preventiva de acusado de matar Gabriela e libera veículos usados no dia do crime

Acusado de matar Gabriela é preso; encontro teve uso de droga, álcool e briga

Médico suspeito da morte de Gabriela se apresenta à polícia nesta sexta-feira (3)

Gabriela Peixoto tinha relacionamento conturbado com ex-companheiro, disse secretária à polícia

Delegada representa pela prisão preventiva de médico suspeito de matar Gabriela Peixoto

Perícia encontra grande quantidade de sangue no carro de ex-companheiro de Gabriela

Ex-companheiro de mulher encontrada morta às margens da BR-116 deve ser ouvido pela polícia, em outro estado

Corpo encontrado às margens da BR-116 é de mulher desaparecida em Feira de Santana

Polícia Civil realiza buscas por mulher desaparecida em Feira de Santana

Amigos e familiares procuram por mulher desaparecida desde domingo (22) em Feira de Santana
 

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade