Feira de Santana

Maio ‘sem noivas’: feirenses relatam impactos emocionais e financeiros com o adiamento das festas

O fotógrafo Filipe Oliveira considerou o momento atual como muito desafiador. Ele disse que tem tirado muitas lições e aprendizados e aproveitado o isolamento social para fazer cursos, especializações e estudar.

29/05/2020 09h04, Por Rachel Pinto

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

Ney Silva e Rachel Pinto

A pandemia do coronavírus colocou o mundo diante de muitas situações atípicas. Uma delas é passar o mês das noivas sem festas de casamento. A tradição é antiga há algumas explicações para a escolha de maio como mês de celebrar o amor. Algumas delas são relacionadas às temperaturas mais agradáveis, o surgimento das flores no hemisfério norte, de onde o costume nasceu e ainda a ligação do mês de maio com a consagração de Maria, mãe de Jesus e forte influência do Dia das Mães em alguns países. Muitos casais sonham em celebrar seus casamentos no mês de maio e neste ano de 2020, devido a covid-19, esse comportamento foi alterado.

Os noivos Emerson Barbosa e Érica Oliveira, contaram ao Acorda Cidade que estavam com o casamento marcado para o dia 2 de maio, mas precisaram adiar por precaução. Érica disse que adiar a data foi uma decisão muito difícil, mas necessária diante do momento atual que vive o mundo inteiro.

“Adiamos para uma próxima data que será o dia 10 de outubro. É um momento difícil e eu me emociono ao falar porque passamos dois anos nos privando de várias coisas. De adquirir bens, sair a noite e ir em festas até de amigos porque temos esse sonho. De certa forma, o adiamento gerou até alívio porque temos muitos convidados de fora da cidade, de São Paulo, por exemplo e nossas avós participariam do cortejo como damas de honra. Minha avó tem 90 anos e seria um risco muito grande para ela. Por isso optamos por adiar”, afirmou.

A noiva comentou ainda que o casamento foi adiado, mas o sonho de casar jamais será cancelado.

A cantora Talitha Costa que se apresenta em muitos casamentos, relatou que embora maio seja um mês que ficou marcado como tradicional para as noivas, o mês de dezembro também registra um grande movimento de casamentos. Segundo ela, a sua agenda de dezembro está muito mais lotada para dezembro do que esteve em maio. Ela estava com duas apresentações agendadas para o mês de maio e os noivos também preferiram adiar.

Foto: Adriano Portugal

“Um foi adiado para novembro e o outro ainda não tem data definida. As noivas estão tendo dificuldades em remarcar porque as igrejas tinham também um cronograma e já havia várias reservas para outros meses. Agora com a crise e a necessidade de adiar, as igrejas estão abrindo novas datas porque todos estão tentando ajudar de alguma forma”, observou.

O fotógrafo Filipe Oliveira também considerou o momento atual como muito desafiador. Ele disse que tem tirado muitas lições e aprendizados e aproveitado o isolamento social para fazer cursos, especializações e estudar.

Felipe afirmou que os casamentos que tinha agendado para fotografar no mês de maio foram adiados e ele tem conseguido manter a sobrevivência com outros trabalhos fechados para meses posteriores e em serviços de fotografias para gestantes e casais.

Foto: Arquivo Pessoal

“Faço de três a quatro casamentos em maio e todos foram adiados. Mas, não deixamos de fechar contratos para outros meses e para 2021. As pessoas estão querendo garantir a data com os fornecedores de serviço e com isso eu tenho me mantido financeiramente”, acrescentou.

Foto: Filipe Oliveira

Em Feira de Santana, os casamentos nos cartórios de 1º e 2º registro civil continuam acontecendo, mas todos com horário agendado e tomando as devidas precauções com o uso de máscaras e a higienização. Só é permitido a presença do casal de noivos e duas testemunhas no salão de casamentos. As marcações de novos casamentos podem ser feitas pela internet através do email dos cartórios.

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade