Feira de Santana

Lagarto de espécie rara é encontrado em distrito de Feira de Santana

Infelizmente o animal morto pelos populares.

26/01/2022 15h33, Por Gabriel Gonçalves

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Gabriel Gonçalves

Um lagarto de espécie rara foi encontrado e morto por populares, na última sexta-feira (21) em uma escola no distrito Governador João Durval Carneiro, também conhecido como Ipuaçu, em Feira de Santana.

Em entrevista ao Acorda Cidade, o chefe de Educação Ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semmam), João Dias, explicou que o lagarto tratava-se de um réptil, difícil de ser encontrado na região.

"Era uma espécie de réptil, também conhecido como lagarto, porém muito raro, dificilmente ele é visto, porém as pessoas confundem com um calango, com uma víbora e acham que esse calango tem condições de se transformar em uma serpente e acabam matando. Em toda a minha vida trabalhando no Meio Ambiente, eu vi apenas um único exemplar", disse.

De acordo com João Dias, pela falta de conhecimento, muitas pessoas acabam matando os animais, o que pode ser crucial para o meio ambiente.

"A sociedade está passando por problemas pela falta de equilíbrio no meio ambiente e nós seres humanos, infelizmente temos a tendência de matar, porque não conhecemos o animal. No caso desse lagarto por exemplo, é uma espécie rara que nem foi estudado e existem muitos animais que fornecem vários tipos de insumos para os seres humanos, então eles necessitam ser estudados para a importância do ecossistema. Esse tipo de espécie controla as formigas, as baratas e alguns outros insetos, além de escorpiões. Aproveito para chamar a atenção, porque estamos com este desequilíbrio ambiental, então quando alguém encontrar um tipo de animal como este, o correto é deixar ele em seu habitat, se tiver em outro local, precisa ser realocado, até mesmo, ser tratado por pessoas que saibam lidar, que estejam preparadas. Se for preciso, é necessário entrar em contato com o Corpo de Bombeiros", declarou.

 

Com informações da produtora Maylla Nunes do Acorda Cidade

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade