Feira de Santana

Justiça manda Câmara de Vereadores colocar em votação, PL que forma Conselho do Fundeb

A decisão foi publicada na terça-feira (18).

19/01/2022 06h56, Por Andrea Trindade

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Andrea Trindade

O juiz da 2ª Vara de Fazenda Pública de Feira de Santana, Nunisvaldo dos Santos, acatou o pedido de mandado de segurança movido pela prefeitura e determinou que a Câmara de Vereadores, através do presidente da casa, o vereador Fernando Torres, coloque em deliberação e votação no prazo máximo de 20 dias, o Projeto de Lei (PL) N° 014, de 04 de outubro de 2021, possibilitando a formação do Conselho do CACS – Fundeb sob pena de multa de R$ 5 mil reais por dia, em caso de descumprimento.

A decisão destaca que o conselho tem a função de fiscalizar o recebimento, bem como a utilização das verbas provenientes do Fundeb, sendo que a ausência do conselho, acarreta ao Município diversos prejuízos, tais como ser incluído no Sistema de Informações Sobre Requisitos Fiscais – Cauc, impedindo a celebração de convênios, contratos, recebimento de verbas e cancelamento de emendas, podendo, inclusive, ter o recebimento das verbas educacionais cessado por completo.

Na ação a prefeitura alega omissão proposital da câmara legislativa, por disputa meramente política. O juíz deu 10 dias para que Fernando Torres preste os esclarecimentos necessários ao Judiciário. A decisão foi publicada na terça-feira (18).

Leia também:

Sem votação da Lei Orçamentária pela Câmara, prefeitura relata prejuízos a obras e secretarias

Devido a não aprovação do Orçamento 2022 pela Câmara, Fundação suspende investimentos no Hospital da Mulher
 

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Captcha

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade