Economia

Impostômetro da ACSP registra R$ 2,5 tri nesta segunda-feira (20)

Registro acontece 11 dias mais cedo este ano, comparado com 2019.

20/12/2021 07h14, Por Andrea Trindade

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

Acorda Cidade

O Impostômetro, painel instalado na sede da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), no Centro Histórico da capital paulista, atingirá a marca de R$ 2,5 trilhões na segunda-feira (20), às 07h54. O montante pago pelos contribuintes desde o primeiro dia deste ano aos governos federal, estaduais e municipais chega 11 dias mais cedo, comparado com 2019. Em 2020, por causa da pandemia de covid-19, o valor não foi registrado.

De acordo com o economista da ACSP, Marcel Solimeo, três fatores contribuem para o crescimento da arrecadação. "Temos a recuperação das atividades econômicas, comparadas com o ano anterior, que foi fraco; a inflação em projeção acima dos 10%, o que influi nos preços finais dos produtos; e os pagamentos de impostos que estavam atrasados", explicou.

Segundo avaliou, apesar de o ritmo da arrecadação ser maior, o País vive cenário de desequilíbrio entre os gastos e a receita. "É preciso reforçar sobre a importância da reforma administrativa para que o Brasil alcance um crescimento sadio. Os gastos têm sido maiores que a receita", disse.

O painel físico do Impostômetro está localizado na Rua Boa Vista, 51, Centro Histórico de São Paulo – anexo ao edifício sede da Associação Comercial de São Paulo. Aqui no site é possível saber qual a alíquota de imposto por produto.

Impostos natalinos

A ACSP e o Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT) fizeram um levantamento do impacto dos impostos nos produtos natalinos.

Durante a celebração com a família, melhor não pensar no peso dos impostos para não se assustar. Do valor pago pelo vinho importado, por exemplo, 69,73% corresponde a imposto. No caso do espumante, 59,49%, cerveja, 55,60% e vinho nacional, 54,73%.

Já os enfeites para a casa, no caso das luzinhas, a carga de impostos é de 44,54%. Árvore e cartão de Natal são tributados em 39,23% e 37,48% respectivamente. Confira mais produtos na tabela abaixo.

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade