Guitarra mágica na praça da Kalilândia

Demonstrando uma invejável intimidade com a guitarra, Vili Rendel literalmente alucinou a platéia com os acordes retirados de seu instrumento musical.

17/04/2010 às 11h07, Por Dilton e Feito

Compartilhe essa notícia

Dupla Vili Haendel e Willy Haendel revice Carnaval (foto: Secom)

Os acordes alucinantes da “guitarra mágica” de Vili Haendel em contraste com a voz suave de Willy Haendel encantaram o público que prestigiou o Espaço Charles Albert, na praça da Kalilândia, na noite de sexta-feira (16). Durante quase duas horas de show, a platéia pode curtir com muito saudosismo as antigas marchinhas de Carnaval.Há oito anos na estrada, a dupla soteropolitana mostrou todo traquejo de profissionais que estão acostumados a animar turistas no principal cartão postal da capital baiana, o Pelourinho.  Demonstrando uma invejável intimidade com a guitarra, Vili Rendel literalmente alucinou a platéia com os acordes maestralmente retirados de seu inseparável instrumento musical. Com a presença de artistas que revivem as festas memoráveis do Carnaval, resgatando músicas que fizeram história e marcaram épocas distintas, o Espaço Charles Albert se consolida como espaço alternativo para as famílias se divertirem, atraindo crianças, jovens e pessoas na terceira idade.

Colares e alfazema do Filhos de Gandhi

Bloco é inspirado nos princípios de não violência (Foto: Secom) 

O branco e o azul do Bloco Filhos de Gandhi coloriram o Circuito Maneca Ferreira na madrugada deste sábado (17). Assim como as cores, o aroma da seiva de alfazema e os colares também anunciaram a animação do afox[e fundado em 1949. Jovens e adultos, todos homens, mantêm a tradição do bloco com o grupo Filhos de Gandhi, que continua com o sucesso no Carnaval da Bahia. O bloco é inspirado nos princípios de não violência e paz de Mahatma Gandhi, e traz a tradição da religião africana ritmada pelo agogô nos seus cânticos de ijexá na língua iorubá. Suas fantasias incluem lençóis e toalhas brancos para simbolizar as vestes indianas e contém turbante e vestimentas. O bloco também faz sucesso entre as mulheres, inclusive pelos colares que os foliões utilizam.

Outros Baianos é uma dessas atrações

Foto: Andréa Trindade/Acorda Cidade

Os artistas da terra estão sendo valorizados na Micareta 2010. O grupo feirense Outros Baianos, formado pelos cantores Janno, Tany Brasil e Marrieth, é uma das atrações contratadas pela Prefeitura de Feira de Santana para trazer a arte feirense para o Circuito Maneca Ferreira. Na noite de sexta-feira (16), o grupo animou os foliões presentes no circuito com canções que são verdadeiros hinos dos antigos Carnavais. A música "Chame Gente", de Armandinho, foi um desses hinos, no repertório executado pelo trio de cantores feirenses. Além de um grupo de dança formado por três dançarinos caracterizados com adereços da cultura afro, o músico Sandro Penelú também está presente no trio dos Outros Baianos. 

Pomba de Malê leva afoxé à avenida

Foto: Secom

Ao ritmo de “Cobra Coral”, um hino da Rua Nova, o afoxé Pomba de Malê abriu alas na Micareta 2010, saindo do Circuito Quilombola direto para o Circuito Maneca Ferreira. O bloco literalmente paralisou o principal circuito da festa, ao som do atabaque e do agogô, retratando uma cultura que ganha eco na periferia da cidade. Impulsionada pelo projeto Ouro Negro, o Pomba de Male sintetizou em seus figurantes a história dos 25 anos das lutas de protesto e liberdade encampadas pelo afoxé no bairro Rua Nova. No trio, expoentes musicais da cultura que ganha força em bairros como Rua Nova, Tomba e Baraúnas.

Este ano, o bloco, que na madrugada deste sábado (17) passa pelos camarotes, arrancando aplausos, ganhou mais corpo e muito mais visibilidade, refletindo a valorização cultural encampada pela Prefeitura de Feira de Santana. Além do Pomba de Male, no Circuito Quilombola também desfilam os afoxés Filho de Ogum, Estrela do Oriente, Filho de Oxalá Guian e Filho da Luz. Depois será a vez dos blocos afros Moçambique, Acadêmicos de Feira, Senegâmbia, Sorriso Negro, Filhos de Male e Urubus do Reggae.

Juan e Ravena na Kalilândia este sábado

Foto: Secom

No sincronismo do sucesso de “A Força do Pensamento”, último CD lançado pela dupla, Juan e Ravena animam a galera teen, no Espaço Charles Albert, na praça da Kalilândia, neste sábado (17), no terdceiro dia de Micareta. Pelo terceiro ano consecutivo com show na cidade, a dupla já está no clima da festa. Na noite desta sexta-feira (16) visitou a Estação Secom Mídia, quando relataram a expectativa diante da grande vitrine que a festa momesca representa. Seguindo carreira iniciada há oito anos, a dupla adolescente já encanta uma legião crescente de fãs, encantados pela voz marcante da vocalista e pelos acordes do guitarrista. Tempero que promete sacudir de novo a praça Kalilândia, neste sábado, a partir das 17 horas, com muito axé. 

Léo Laranja no Circuito Quilombola

O reggaeman Léo Laranja trouxe a essência da musicalidade carregada de protesto e amor da Rua Nova para os adeptos do reggae no Espaço Quilombola. O show, na noite de sexta-feira (16), assistido por centenas de pessoas, marca uma nova etapa profissional na carreira do artista, que estreia na carreira solo.Com canções que retratam a luta pela liberdade, o combate à repressão, histórias de vida e de muito amor, o reggae encantou os foliões na voz inconfundível de Léo Laranja. Na abertura do show, com “Fonte de Luz”, literalmente proporcionou à platéia uma viagem “sem tirar os pés do chão”, que somente o reggae é capaz de proporcionar. Este ano, o espaço Quilombola está mais revitalizado, com a ampliação dos investimentos, tendo como resultado visível a atração de muito mais foliões para este circuito alternativo, uma opção para quem prefere local mais tranqüilo.

As informações são da Secom

Compartilhe essa notícia

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

image

Rádio acorda cidade