Feira registra 29 novos casos de Aids em um mês

De janeiro a julho deste ano foram confirmados 105 casos. 29 somente no mês de julho (20 homens e 9 mulheres). Em 2008, o número de casos confirmados chegou a 166.

02/09/2009 11h36, Por Dilton e Feito

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Os números são alarmantes. Segundo dados do Programa Municipal DST Aids, a doença avança de forma assustadora entre os feirenses. De janeiro a julho deste ano foram confirmados 105 casos, sendo 29 somente no mês de julho (20 homens e 9 mulheres). Em 2008, o número de casos confirmados chegou a 166.  

“Toda vez que falamos em Aids temos que nos preocupar”, alerta o coordenador do Programa Municipal DST Aids. Valterney de Oliveira Morais. Ele lembra que desde 1996, quando foi registrado o primeiro caso da doença, já são 857 ocorrências na região. Desse total, 595 dos portadores do vírus são de Feira de Santana.

Um dos maiores problemas com relação à Aids, de acordo com Valterney Morais, ainda é o preconceito. O coordenador conta no início a doença era associada a homossexuais, prostitutas e usuários de drogas, chegando a ser chamada pela população mundial de “peste gay”. Hoje, o preconceito ainda existe, mas a Aids atinge indistintamente pessoas de todas as idades, classe social ou sexo.

Valterney Morais argumenta que pelo fato da Aids ainda não ter cura – embora haja tratamento – é fundamental investir na prevenção. Ele esclarece que por ser uma doença sexualmente transmissível, o meio mais seguro de evitá-la é o uso do preservativo. “Quem transar sem o preservativo pode adquirir o vírus HIV”, adverte.

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade