Feira de Santana

Profissionais de saúde participam de curso sobre Método Canguru

O Método Canguru é uma política pública nacional especializada no atendimento aos bebês prematuros e suas famílias.

28/09/2023 às 23h14, Por Jaqueline Ferreira

Compartilhe essa notícia

Foto: Fátima Brandão

Durante três dias, a Fundação Hospitalar de Feira de Santana realizou o Curso de Sensibilização da Atenção Humanizada ao Recém-Nascido, para profissionais que utilizam o Método Canguru, que é uma técnica médica especializada no atendimento aos bebês de baixo peso. O curso foi ministrado por tutores reconhecidos pelo Ministério da Saúde e pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab). As aulas começaram na terça-feira (26), no Hospital da Mulher.

Foto: Ney Silva/Acorda Cidade

Michele Versale, contribuiu com as aulas e trouxe uma avaliação dos três dias intensivos de aprendizagem. A fisioterapeuta trabalha no Hospital Estadual da Criança (HEC) e explicou que os conhecimentos adquiridos pelos participantes, devem ser compartilhados com outros profissionais da unidade.

Foto: Ney Silva/Acorda Cidade

“O curso visa capacitar os profissionais que lidam diretamente com bebês, não somente prematuros. O curso ampliou esse olhar que antes a gente focava muito no bebê prematuro e agora a gente tem um foco maior na assistência humanizada a esse neonato, com um olhar sensibilizado as famílias. A gente quer que esses profissionais possam multiplicar esses conhecimentos adquiridos no curso”, afirmou.

Foto: Ney Silva/Acorda Cidade

Segundo o coordenador de fisioterapeuta do hospital, André Luís Bispo das Neves, participaram da ação 20 profissionais do Hospital da Mulher e 10 do Hec. Ele explicou que o Método Canguru é uma política pública nacional, que atinge maternidade e hospitais do país inteiro e que tem a função de cuidar do bebê e que, também ensina a família nos cuidados dos prematuros.

Foto: Ney Silva/Acorda Cidade

“Aqui no Hospital é uma coisa constante, a gente teve um aumento de leitos recente, mais de oito leitos para recém nascidos e é uma demanda que sempre cresce, aproximadamente 400 prematuros nascem por ano no hospital e eles precisam de um acompanhamento extenso, pacientes que ficam de 60 a 90 dias, e precisam desse cuidado especializado. Não só eles, mas a mãe para cuidar de um bebê que saí daqui com 1.800, então treinamos essa família para cuidar desse bebê”, explicou.

Foto: Fátima Brandão

Uma das tutoras do Método Canguru, Sabrine Cortiana, falou ao Acorda Cidade, que durante o curso, os profissionais aprenderam as etapas que ocorrem desde o acompanhamento da gestante até a chegada do bebê prematuro na unidade.

Foto: Ney Silva/Acorda Cidade

“A primeira etapa que ainda é na identificação dessa gestação de risco, ao acolhimento da família com esse bebê dentro da UTI. Ali existem uma série de estratégias que são realizadas nessa primeira etapa bebê e familía. Depois, na segunda etapa, resumidamente, é quando eles vão para a ‘Unidade Canguru’, que é o espaço de internamento onde mãe e filho ficam internados em conjunto, onde reforçamos os cuidados com o bebê, empoderando a mãe para alta hospitalar”, pontuou em entrevista ao Acorda Cidade.

Segundo Sabrine, a terceira etapa ocorre quando a família recebe a alta hospitalar e mãe e filho continuam sendo acompanhados, agora, através da interlocução tanto do hospital quanto da Unidade Básica de Saúde.

Foto: Ney Silva/Acorda Cidade

Além das aulas presenciais, houve aula online com uma tutora do Ministério da Saúde. Os alunos foram diversos profissionais da cidade, enfermeiras, coordenadores de UTIs, médicos, fisioterapeutas e demais trabalhadores da área.

“A gente tem toda uma equipe multidisciplinar envolvida no conhecimento deste curso sobre a política do Método Canguru, para que as pessoas, após ele, possam ser multiplicadores dentro de suas unidades”, concluiu Sabrine.

Com informações do repórter Ney Silva do Acorda Cidade

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

Vacinação contra a raiva

Feira de Santana

Até o final da campanha de vacinação contra raiva cerca de 55 mil animais devem ser imunizados

Vacinação contra raiva acontece em 15 bairros de Feira até às 16h; confira a importância de imunizar os bichinhos.

13/07/2024 às 11h15

Bandas de rock

Dia de Rock, bebê!

Dia Mundial do Rock: conheça três cantores que se destacam no gênero musical em Feira de Santana

A data, 13 de julho, é reconhecida no Brasil, como o Dia Mundial do Rock, apesar de apenas os brasileiros...

13/07/2024 às 08h00

Procon apreende e descarta 37 litros de álcool líquido 70

Alerta

Procon alerta sobre práticas que o Código de Defesa do Consumidor proíbe

Outra situação apontada pelo Procon é o constrangimento ao cliente, conforme estabelece o artigo 71. Veja mais.

13/07/2024 às 06h46

unidade de saúde

Feira de Santana

Beneficiários do Bolsa Família terão até dia 19 para fazer acompanhamento obrigatório de saúde

O beneficiário deve procurar a unidade de saúde na qual é atendido e ao chegar na recepção deve informar que...

13/07/2024 às 06h37

telemarketing

Vaga de Emprego

Empresa de telemarketing realiza Feira de Oportunidades na próxima terça-feira (16)

O evento é voltado para candidatos interessados em vagas de Operador ou operadora de Telemarketing em Feira de Santana.

13/07/2024 às 06h25

Policlínica do Feira X

Feira de Santana

IGM inicia pagamentos dos médicos de Feira de Santana e categoria cancela restrição de atendimentos

Médicos decidiram adiar a restrição de atendimentos por dois dias consecutivos, durante assembleias realizadas nos dias 10 e 11 de...

12/07/2024 às 18h13

image

Rádio acorda cidade