Feira de Santana

Patrimônio arquitetônico de Feira: Uefs tem estudo sobre restauração do “Carro de Boi”, no Amélio Amorim

O vereador Jhonatas Monteiro, disse que é preciso um olhar para além do chamado “centro antigo” de Feira.

18/06/2024 às 11h54, Por Acorda Cidade

Compartilhe essa notícia

Uefs tem estudo sobre restauração do “Carro de Boi”, no Amélio Amorim
Foto: Ascom/ Câmara

A Universidade Estadual de Feira de Santana tem um “levantamento” acerca de uma possível restauração para o antigo restaurante Carro de Boi, no Centro de Cultura Amélio Amorim. Esta informação foi dada na segunda-feira (17), por um grupo de arquitetos presentes na Reunião Ampliada da Comissão de Educação e Cultura da Câmara Municipal para tratar da preservação do patrimônio arquitetônico histórico da cidade. Mestrandos em Desenho, Cultura e Interatividade, na Uefs, os profissionais defendem a proposta de restauração deste equipamento e também das instalações onde, no passado, funcionou uma escola pública, ali próximo.

Referindo-se especificamente ao prédio que funcionou como unidade de ensino, os mestrandos entendem que, uma vez reconstruído, poderia ser aproveitado pela própria universidade.
Para os arquitetos, alguns deles urbanistas, o processo de preservação dos imóveis de valor histórico passa por um trabalho de conscientização dos proprietários, pois muitos deles não sabem a real importância desse patrimônio. Em relação aos prédios que são utilizados como estabelecimentos comerciais, o grupo propõe a padronização de totens e letreiros, que dificultam uma formação identitária.

O problema de poluição visual também foi criticado pelo vice-presidente do Instituto Histórico e Geográfico, fotógrafo e pesquisador Ângelo Pinto: “precisamos de regras”. Ele criticou a atuação do Ipac em Feira de Santana e até mencionou um fato em que o órgão teria usado de “dois pesos e duas medidas” no tratamento de problemas verificados na Igreja dos Remédios e no correto da praça Bernardino Bahia, ambos no centro da cidade. “Impediu o deslocamento do cruzeiro da igreja, por 30 centímetros, e nada fez para conter as obras que desfiguraram o coreto”, disse ele, demonstrando-se indignado.

Os arquitetos em mestrados na Uefs apresentaram preocupação com vários aspectos relacionados à atenção das instituições responsáveis pelo patrimônio histórico no município, a exemplo da ausência de fiscalização à reforma e restauro dos imóveis; a necessidade de tombamento de prédios que sediam as filarmônicas 25 de Março e Vitória, mais o Montepio dos Artistas Feirenses e a necessidade de concurso público, pela Prefeitura, para que o Município possa contar com arquitetos urbanistas em seus quadros.

Além de anunciar a elaboração de um plano de ação para a preservação do patrimônio arquitetônico feirense, o presidente da Comissão de Educação e Cultura, Jhonatas Monteiro, disse que é preciso um olhar para além do chamado “centro antigo” de Feira. Segundo ele, locais como o Najé (ladeira que dá acesso ao bairro Sobradinho), o Marajó e a Rua Nova carecem de maior atenção em vista de seus imóveis, menos robustos, mais populares, mas também importantes do ponto de vista histórico. A arquiteta Tamires Aguiar considera estratégico um projeto que possa atrair renda para esses imóveis, forma de viabilizar a sua preservação. Ela cobrou da classe dos arquitetos formar uma “frente forte” para participar deste processo.

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk nem vou falar mais nada. As coisas da uefs são assim mesmo. Depois que os mictórios foram considerados ofensa.

Mais Notícias

Moradores solicitam sinaleiras na entrada dos bairros Sobradinho e Gabriela_paulojosé_acordacidade (2)

Feira de Santana

Moradores reivindicam sinaleiras na entrada dos bairros Sobradinho e Gabriela

Enquanto a reportagem do Acorda Cidade esteve no local, conseguiu verificar vários flagrantes de irregularidades, inclusive uma colisão.

23/07/2024 às 18h19

ll Feira da Agricultura Familiar e Economia Solidária

Feira de Santana

ll Feira da Agricultura Familiar e Economia Solidária celebra a produção do campo

O evento começa nesta terça-feira (23) na sede do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras da Agricultura Familiar.

23/07/2024 às 18h17

contabilidade

Feira de Santana

ll Encontro Baiano de Contabilidade Aplicada ao Setor Público acontece em Feira de Santana 

O tema é Integridade, Transparência e Controle Social: Como a Contabilidade contribui para o fortalecimento da confiança na Gestão Pública?...

23/07/2024 às 16h16

Engavetamento na Avenida Noide Cerqueira

Feira de Santana

Engavetamento entre 6 veículos deixa duas pessoas feridas em Feira de Santana

Duas pessoas que estavam conduzindo as motocicletas foram atendidas por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu)....

23/07/2024 às 15h45

Cras do George Américo

Feira de Santana

Prefeitura promove mutirão de atendimento no Cras do George Américo nesta quinta-feira (25)

Na última semana, os mutirões para atualização e inclusão de beneficiários no CadÚnico foram realizados na Matinha e no bairro...

23/07/2024 às 15h44

Comunidade Moita da Onça em Feira de Santana

Reconhecimento

Comunidade Moita da Onça em Feira de Santana é reconhecida oficialmente como território quilombola

O reconhecimento é uma afirmação política que deve trazer visibilidade e empoderamento da comunidade ao garantir acesso a políticas públicas....

23/07/2024 às 13h56

image

Rádio acorda cidade