Feira de Santana

Moradores do Conjunto Feira VII cobram providências em terreno que está sendo utilizado para descarte de lixo

Além disso, a fumaça tem prejudicado as pessoas que possuem problemas respiratórios.

13/09/2023 às 09h44, Por Gabriel Gonçalves

Compartilhe essa notícia

Terreno no Feira VII
Foto: Paulo José/Acorda Cidade

A reportagem do Acorda Cidade foi solicitada na manhã desta quarta-feira (13) por moradores do Conjunto Feira VII, em Feira de Santana, que reclamam de um terreno localizado na Rua El Salvador, e que está sendo utilizado para descarte de lixo.

Segundo eles, além do descarte, as pessoas também queimam os produtos e a fumaça está invadindo as residências.

Rosileide dos Santos informou que aguarda a prefeitura tomar alguma providência para o caso.

Terreno no Feira VII
Foto: Paulo José/Acorda Cidade

“Eu espero que tudo fique melhor quando tomarem alguma providência, uma solução para este terreno baldio, que tem constantes queimadas. Eu sei que queimada urbana é crime, então a prefeitura precisa verificar isso o quanto antes. Este é um problema que já acontece há anos, seja pela manhã, pela tarde, pela noite, até na madrugada a gente não consegue dormir por conta da fumaça, nós que temos problemas respiratórios é um sufoco terrível”, contou.

Nildo conhecido como “Pezão”, também é morador do Conjunto Feira VII. Segundo ele, em época de eleição, foi prometido que no local, seria feita uma praça, mas até o momento nada aconteceu.

Ao Acorda Cidade, Márcio Rocha que também mora na localidade, informou que a prefeitura até limpa o local, porém no outro dia, muitas pessoas voltam a descartar materiais.

Terreno no Feira VII
Foto: Paulo José/Acorda Cidade

“Esse problema já vem acontecendo há muito tempo, a prefeitura até limpa este terreno, porém quando é no outro dia, as pessoa jogam lixo, jogam entulho, tocam fogo. Nosso vizinho aqui por exemplo, tem criança pequena dentro de casa, precisa sair com o filho para não prejudicar”, contou.

O que diz a secretaria

De acordo com informações fornecidas ao Acorda Cidade, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente esclareceu que a questão relacionada ao lixo é de competência da Secretaria Municipal de Serviços Públicos. No entanto, a pasta tomará medidas adicionais para resolver o problema. Um fiscal será enviado ao local para elaborar um relatório sobre a situação e notificar a Secretaria Municipal de Serviços Públicos para que providencie o recolhimento adequado do lixo, a fim de evitar que as pessoas recorram à queima como solução.

Com informações do repórter Paulo José do Acorda Cidade

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Isso isso aí só fomenta a falcatrua o desejo de dinheiro com caçambas botando lixo e Tirando o Lixo me explique aí como é isso me faça entender porque eu não consigo Sabe não consigo mesmo não tem como não tem como fechar essa conta

  2. Essa fumaça vem de um resíduos plásticos de um morador próximo que trabalha com algun tipo de plástico e resíduos ele descarta nesse terreno aí os caras vão queimar fios e toca fogo nesse produto que fica dias queimado fazendo fumaça tóxica

  3. Esse terreno seria uma praça com espelho d’água isso gestão de Ze Ronaldo para amenizar as enchentes no local fizeram terra planagem até nada foi construído virou depósito de lixos de todos os tipos.

  4. Bom dia,

    Engraçado a poucos dias atrás a prefeitura disse q está multando os proprietários de terrenos q estão servindo de local para acumulo de lixo por não estarem murados e sem calçadas.
    E quando o terreno é da prefeitura são multados tbm?
    Vamos dar exemplo poder público!!!

Mais Notícias

image

Rádio acorda cidade