Duplo Homicídio

Família afirma que vítima assassinada no distrito de Maria Quitéria não tinha envolvimento com roubo de gado: “Queremos justiça” 

“Além da dor que a família está passando, estamos passando por essa humilhação de ser caluniados como roubo", disse a irmã.

14/06/2024 às 11h31, Por Jaqueline Ferreira

Compartilhe essa notícia

Homem de 57 anos é assassinado dentro do próprio bar em Feira de Santana
Foto: Reprodução/ Redes Sociais

Após a Polícia Civil de Feira de Santana informar que uma das linhas de investigação sobre os motivos que levaram ao duplo homicídio ocorrido na Estrada da Pedra Ferrada, em Feira de Santana, é a possível ligação das vítimas Marlon Santos da Silva, 33 anos, e Claudemiro Lima da Silva, 57 anos, mais conhecido como “Boi de Ciano”, com o roubo de gado na região, a família buscou a reportagem do Acorda Cidade para esclarecer sobre as declarações da polícia.

Relembre o caso

As vítimas foram assassinadas a tiros no último dia 11, na localidade de Fazenda Caldeirão, no distrito de Maria Quitéria. Os crimes aconteceram simultaneamente e foram praticados por homens que estavam a em uma motocicleta. Marlon foi executado na varanda de casa e Claudemiro foi morto no próprio bar. 

Seguindo as primeiras linhas de investigações sobre o caso, a Polícia Civil constatou que havia ligação entre os dois assassinatos e que uma das possíveis motivações dos homicídios, poderia ser o roubo de gado, mas a família não acredita nesta suspeita. 

O que diz a família 

Ao Acorda Cidade, a irmã de Claudemiro, Márcia Lima da Silva, disse que a família busca por justiça pela morte dos familiares, mas também quer desfazer o equívoco que foi associado ao seu irmão.

“Viemos em busca de justiça pela morte de meu irmão, Claudemiro Lima da Silva, conhecido como ‘Boi de Ciano’ e até então era um trabalhador do bem, um cidadão honesto que está tendo o nome dele divulgado por um equívoco. Estão dizendo que a morte dele foi envolvimento em roubo de gado e isto a gente tem certeza que não procede essa notícia”, declarou a irmã. 

A irmã teme que a suspeita de roubo de gado continue sendo propagada, difamando a vida da família. Além de conviver com a perda, ela relata que tem sido difícil aceitar uma suspeita inverídica. 

“Além da dor que a família está passando, estamos passando por essa humilhação de ser caluniados como roubo. Ele poderia ter todo defeito do mundo, mas roubo não. A gente quer honrar o nome do nosso pai e pedimos à justiça que a polícia corra atrás dos responsáveis por esse crime e que a população, principalmente lá da região, não fique achando que meu irmão tinha envolvimento com nenhum tipo de roubo que seja, nem de gado, nem de nada”, frisou Márcia. 

“Quem conheceu meu irmão Boi sabe a índole que ele tinha. Ele poderia ser grosso algumas vezes, mas era de natureza, era uma boa pessoa. Até que prove o contrário, meu irmão não tem envolvimento nenhum com o roubo. O que a gente está querendo mesmo é só a justiça. E eu sei que a justiça de Deus tarda, mas não falha não. Vai vir na hora certa”, acrescentou.

Claudemiro fazia parte de uma família de 11 irmãos. Ele deixou quatro filhos. 

O advogado da família, Armênio Seixas Junior, também falou ao Acorda Cidade sobre o mal-entendido que está sendo propagado em nome da família e o que está sendo feito para reverter a situação. 

Advogado - Armênio Seixas -
Foto: Paulo José/Acorda Cidade

“Nós fomos acionados pela família da vítima, Seu Claudemiro, para poder esclarecer alguns pontos interpretados de maneira equivocada pelos ouvintes, pela comunidade, principalmente pela comunidade lá na região de São José e nós viemos aqui buscar um ponto de esclarecimento. Ele cortava boi, vendia carne, era um senhor bastante conhecido na comunidade, tanto lá na região de São José, quanto aqui em Feira de Santana”.

Segundo o advogado, houve um erro gravíssimo a tentativa de associar Claudemiro ao roubo de gado, por isso, a família procurou o profissional para entrar em contato com a Polícia Civil e a imprensa, a fim de desfazer o que eles consideram ser um grande mal-entendido. 

“Nada que desabone a conduta dele, o histórico dele justamente é um histórico de pessoa trabalhadora, uma família unida. É tanto que a família compareceu aqui no escritório em peso, porque se fosse ao contrário ninguém iria chegar aqui para se expor numa situação para reverter uma situação dessa, que foi um extremo erro, um equívoco por parte da população, ou seja, lá de quem for que interpretou de maneira errada. Uma repercussão negativa que machucou os familiares e nós estamos aqui aproveitando essa oportunidade para poder ajustar essa situação”, finalizou o advogado. 

Com informações do repórter Paulo José do Acorda Cidade

Leia também: 

Homem é assassinado na varanda de casa; vítima é primo do dono de bar morto na Estrada da Pedra Ferrada

Homem de 57 anos é assassinado dentro do próprio bar em Feira de Santana

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Normal a família se sentir incomodada, mas, é necessário esperar o avanço das investigações para esclarecer os fatos. Não acredito que a PC tenha interesse em difamar vítimas que sequer podem se defender.

  2. Poxa, lamentável isso que estão fazendo com essa familia. Conheço essa familia a mas de 30 anos, Boi era uma pessoa que todos adoravam, um cara super gente boa.
    Ele ficava muito feliz quando agente frequentavam seu Bar. Era muita resenha boa , principalmente de futebol. Muito triste isso!

    1. Pois é amigo. E na maioria das vezes , eles “policias” ate tem os suspeito ou autores confirmados. O problema que aqui em Feira de Santana pra pegar um homicida e muito dificil.
      Agora se morrer um policial dessa forma, ele “homicida” sera encontrado no mesmo dia. Infelizmente é assim!

      1. Falou a verdade, quando e um deles, são rápido, ágeis, uma eficiência, quando não é , infelizmente entra nas estatísticas, triste

Mais Notícias

Vacinação contra a raiva

Feira de Santana

Até o final da campanha de vacinação contra raiva cerca de 55 mil animais devem ser imunizados

Vacinação contra raiva acontece em 15 bairros de Feira até às 16h; confira a importância de imunizar os bichinhos.

13/07/2024 às 11h15

Bandas de rock

Dia de Rock, bebê!

Dia Mundial do Rock: conheça três cantores que se destacam no gênero musical em Feira de Santana

A data, 13 de julho, é reconhecida no Brasil, como o Dia Mundial do Rock, apesar de apenas os brasileiros...

13/07/2024 às 08h00

Procon apreende e descarta 37 litros de álcool líquido 70

Alerta

Procon alerta sobre práticas que o Código de Defesa do Consumidor proíbe

Outra situação apontada pelo Procon é o constrangimento ao cliente, conforme estabelece o artigo 71. Veja mais.

13/07/2024 às 06h46

unidade de saúde

Feira de Santana

Beneficiários do Bolsa Família terão até dia 19 para fazer acompanhamento obrigatório de saúde

O beneficiário deve procurar a unidade de saúde na qual é atendido e ao chegar na recepção deve informar que...

13/07/2024 às 06h37

telemarketing

Vaga de Emprego

Empresa de telemarketing realiza Feira de Oportunidades na próxima terça-feira (16)

O evento é voltado para candidatos interessados em vagas de Operador ou operadora de Telemarketing em Feira de Santana.

13/07/2024 às 06h25

Policlínica do Feira X

Feira de Santana

IGM inicia pagamentos dos médicos de Feira de Santana e categoria cancela restrição de atendimentos

Médicos decidiram adiar a restrição de atendimentos por dois dias consecutivos, durante assembleias realizadas nos dias 10 e 11 de...

12/07/2024 às 18h13

image

Rádio acorda cidade