Feira de Santana

Ex-jogador do Bahia, Anderson Talisca visita Feira de Santana, onde fará show

O atleta que nasceu em Feira, se apresenta nesta sexta-feira (3) em uma casa de shows na Rua São Domingos.

03/06/2022 16h34, Por Gabriel Gonçalves

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

O ex-jogador do Esporte Clube Bahia, e atual atacante do Al Nassr Arábia Saudita, Anderson Talisca, está em Feira de Santana, cidade natal, onde se apresentará nesta sexta-feira (3), em uma casa de shows na Rua São Domingos, bairro Capuchinhos.

O show faz parte do projeto Spark Festival, onde acontece o lançamento pela primeira vez em Feira de Santana, da nova banda de Anderson Talisca, que também contará com a presença dos artistas, Luanzinho, Jean Santana e banda Pagode do Segredo.

Em entrevista ao Acorda Cidade, o feirense Anderson Talisca, relembrou os bons momentos que teve no Bahia e contou como está sendo jogar na Arábia Saudita.

“Hoje a relação que eu tenho com o Esporte Clube Bahia, é uma relação de amor, uma longa história e que fica marcada no coração. Eu confesso que hoje sinto sim uma grande saudade do futebol brasileiro, de morar aqui no Brasil, próximo da minha família, mas também posso dizer que estou bem onde estou atuando”, informou.

No ano de 2018, Talisca foi convocado pela primeira vez para jogar na Seleção Brasileira pelo técnico Tite. Questionado sobre este retorno, o jogador contou que todo sonho de atleta, é poder representar o Brasil.

“É um sonho, é um desejo. Isso é um amor que tenho dentro do coração, somos brasileiros, porém é algo também a ser trabalhado, mas acredito que tudo vai acontecer no momento certo”, disse.

Carreira musical

De acordo com o artista, este é um projeto novo que tem o propósito da ‘pegada diferenciada’.

“Essa é a nossa primeira vez tocando em Feira de Santana, é um projeto novo e bacana que vem dando certo, um ritmo que fala de amor, que fala de carinho, e graças a Deus, o projeto Spark vem crescendo bastante. Esse lado musical começou até antes de entrar no mundo do futebol. Tudo começou quando eu morava no bairro Aviário, eu fazia algumas coisas relacionadas à música, só que minha mãe nunca gostou, ela não queria que eu ficasse nesta área, foi aí que decidir partir para o lado do futebol, mas graças a Deus, deu tudo certo”, informou.

Com informações do repórter Ed Santos do Acorda Cidade

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade