Feira de Santana

Em seis anos, maternidade do HEC já realizou mais de 13,7 mil partos

Desde janeiro, o hospital conta também com a Casa da Gestante, Bebê e Puérpera, que dá suporte à maternidade de alto risco.

10/05/2024 às 10h05, Por Acorda Cidade

Compartilhe essa notícia

partos no hec
Foto: Ascom/HEC

Foi através de uma consulta preparatória para uma cirurgia renal que veio a surpresa: Natália estava grávida do terceiro filho. A apreensão pela gravidez de alto risco, devido a patologias da mãe, se transformou em esperança, quando a gestante foi encaminhada para o Hospital Estadual da Criança. “Outros médicos que procurei fora daqui diziam que a qualquer momento eu iria perder o meu filho. Mas aqui fui acolhida desde o primeiro dia e meu filho virou a minha esperança.”, revela.

Natália é uma das mais de 13,7 mil mães que pariram na maternidade do HEC, em funcionamento desde 2017. O espaço é um marco crucial na saúde materna e neonatal na Bahia.

A partir do pré-natal, foram mais de seis meses de idas e vindas ao hospital, internações e uma gestação delicada, com vigilância contínua da equipe. Gael veio ao mundo prematuro, pesando 1,8 kg. Após o parto, Natália teve que ser internada na UTI, mas logo foi para o quarto e pôde encontrar o seu pequeno, que segue sendo acompanhado até ter idade gestacional e peso adequados para alta hospitalar.

“Quando ele crescer, quero que meu filho conheça a história dele e de como ele é cuidado e amado aqui no HEC. Gael é a minha raspa de tacho e o meu presente do Dia das Mães”.

Com uma UTI neonatal de ponta, a unidade conquista desfechos positivos de sobrevivência para recém-nascidos muito prematuros. Destaque também para a taxa de 100% de aleitamento materno na primeira hora de vida.

“Garantimos um cuidado seguro para mães e bebês da região, sobretudo às gestantes de alto risco, desempenhando um papel importante na redução da mortalidade materna e alcançando uma redução de 88% em 2023”, afirma a coordenadora de Obstetrícia da unidade, enfermeira Larissa Paiva. “São diversos depoimentos que ouvimos das mulheres que na nossa maternidade foram acolhidas, atendidas e tiveram desfechos positivos com seus bebês e suas famílias. Isso nos dá sempre motivação”, completa.

Diretora operacional do hospital, Lívia Leite diz que o número expressivo de partos é resultado da grande demanda e do comprometimento da equipe. A unidade é referência para 71 municípios na região centro-leste e atende aos 417 municípios baianos.

“A maternidade do HEC tem uma abrangência muito grande dentro do estado, sendo referência em parto de alto risco para a macrorregião. Hoje, as gestantes de alto risco têm um local adequado para ter seu parto com segurança e humanização, com equipe adequada e um ambiente exclusivo”, pontua.

Serviços

Desde janeiro, o hospital conta também com a Casa da Gestante, Bebê e Puérpera, que dá suporte à maternidade de alto risco, apoiando as gestantes e mães a enfrentarem de forma mais leve e segura os desafios da gestação e da maternação de bebês prematuros na UTI, além de contribuir para liberação de leitos hospitalares.

Voltado para o atendimento de média e alta complexidade, o Hospital Estadual possui 260 leitos e conta com serviços de diagnose e terapia, internação, atividades de ensino e pesquisa e ambulatório de especialidades médicas pediátricas, dentre elas: Urologia, Pneumologia, Cardiologia, Ortopediatria e Traumatologia, Neurologia, Nefrologia, Infectologia, Cirurgia Pediátrica e Oncologia. A unidade também conta com fisioterapeutas, nutricionistas, fonoaudiólogos, psicólogos, terapeutas ocupacionais, farmacêuticos, assistentes sociais, enfermeiros e técnicos de enfermagem.

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Incrível. Esse número, resulta numa média anual de 2.283, partos. Sabemos, que nem todos os nascidos, são registrados aqui em Feira de Santana, pois muitas gestantes são oriundas de outros municípios da região.
    Levando-se em consideração este mesmo número, é incrível como é que a população de Feira de Santana, oficialmente, é de apenas 620.000 habitantes…
    Feira de Santana. A cidade que não cresce o a população.

Mais Notícias

vacinação antirrábica

Feira de Santana

Confira os locais de vacinação contra a raiva nesta semana; seis bairros estão incluídos

O CCZ promove a imunização nos bairros Conceição, Chácara São Cosme, Queimadinha, Conjunto ACM, Tanque da Nação e Mangabeira, das...

27/05/2024 às 15h37

evento no Acefs com Sebrae

Empreendedorismo

Sebrae e Acefs oferecem capacitação gratuita para ativar vendas no período junino

A convidada será Anna Libório, especialista em Varejo de Moda Palestrante, Consultora de Moda e Varejo e Lifestyle.

27/05/2024 às 15h29

Vila Olímpia

Feira de Santana

Moradores do Conjunto Vila Olímpia relatam sobre falta de manutenção: "O mato cresce, eles esquecem da gente"

De acordo com uma moradora, existia um projeto de transformar o espaço em uma área de lazer para os próprios...

27/05/2024 às 15h26

Expedito Eloy

Feira de Santana

Finanças municipais: números do 1⁰ quadrimestre vão ser apresentados à Câmara nesta quarta (29)

A audiência pública contará com a participação da Secretaria Municipal da Fazenda, responsável por fazer a descrição dos resultados obtidos....

27/05/2024 às 12h57

Caminhão tomba na BR-324 em Humildes após motorista perder o controle da direção

Feira de Santana

Caminhão tomba na BR-324 em Humildes após motorista perder o controle da direção

De acordo com testemunhas, o motorista foi encaminhado para o HGCA. Até o momento não há mais informações sobre o...

27/05/2024 às 12h54

Edvaldo Lima

Feira de Santana

Servidores do Estado reclamam de revisão salarial parcelada e sem efeito retroativo

O vereador Edvaldo Lima foi procurado por profissionais da enfermagem, que pediram para relatar na Câmara a insatisfação.

27/05/2024 às 12h51

image

Rádio acorda cidade