Feira de Santana

Em palestra no Centro Dona Zazinha sobre violência contra o idoso, advogada chama atenção para violência patrimonial

O evento faz parte das ações realizadas no centro durante toda a semana, em comemoração ao Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa.

14/06/2024 às 17h46, Por Maylla Nunes

Compartilhe essa notícia

Palestra violência contra o idoso
Foto: Ney Silva/ Acorda Cidade

Uma palestra sobre a violência contra o idoso reuniu dezenas de pessoas da terceira idade, no Centro de Convivência Dona Zazinha em Feira de Santana, na manhã desta sexta-feira (14).

O evento faz parte das ações realizadas no centro durante toda a semana em comemoração ao Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, celebrado no dia 15 de junho.

Palestra violência contra o idoso
Foto: Ney Silva/ Acorda Cidade

O Acorda Cidade acompanhou a palestra e conversou com a advogada e especialista em Direito de Família, Fabiana Machado, sobre os principais tipos de violência que acometem os idosos no Brasil.

“As pessoas idosas estão submetidas as violências como psicológica, patrimonial, física, violência sexual e moral. É preciso denunciar. Os idosos em razão da sua vulnerabilidade estão submetidos infelizmente às violências que são praticadas inclusive por entes familiares, então é importante discar o 100 e denunciar”, disse.

Fabiana Machado
Foto: Ney Silva/Acorda Cidade

Conforme a advogada, vários órgãos públicos estão disponíveis para receber as denúncias de violência contra os idosos.

“Temos o centro de referência Dona Zazinha, Cras, Creas, temos a Defensoria Pública, Delegacia da Mulher, Secretaria da Mulher, temos todos os equipamentos necessários e importantes para o enfrentamento da violência contra os idosos e punição dos agressores”.

Outro crime recorrente que acomete principalmente idosos ou o público mais vulnerável são os golpes financeiros relacionados à relacionamentos. Para Fabiana Machado, muitas pessoas se aproveitam da fragilidade das vítimas para endividá-los.

“Infelizmente essa é uma prática corriqueira em que muitas mulheres estão endividadas em razão do estelionato amoroso que é o golpe do amor. Nós somos seres de sentimentos e emoções, às vezes nós somos atraídas por homens que são sedutores, que estão em busca de mulheres que estão em vulnerabilidade para aplicar golpe nelas e acabam endividando elas”.

Tilda Brasileiro
Foto: Ney Silva/ Acorda Cidade

Sobre a violência contra a pessoa idosa, o Acorda Cidade também conversou com Tilda Brasileiro, coordenadora do Centro Dona Zazinha. De acordo com ela, apesar de não muito recorrente no centro de convivência, alguns idosos ainda são vítimas de violência patrimonial oriundos da própria família ou de parceiros.

“Eles conversam com a gente. Às vezes o cartão fica na mão de um familiar, a família toma o cartão, até um suposto namorado, então na maioria das vezes, isso gera prejuízos aos idosos porque eles muito se aproveitam. Nisso vem o direito violado, o emocional, o financeiro. Esses casos são poucos, mas ainda acontecem, então chamamos os advogados para alertarem a eles a ter cuidado, conversar, passar a situação para a família. E, também têm os casos de abandono da família em que esses idosos saem, conhecem os namorados e acabam sofrendo algum tipo de violência deste tipo, de prejuízos financeiros”.

Tilda Brasileito comentou ainda as atividades desenvolvidas no centro de convivência que marcam o Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa.

“Na semana promovemos atividades voltadas para os idosos voltadas para o Dia de Combate a Violência contra a pessoa idosa. Tivemos palestras comigo, com doutores, tivemos ações demonstrando como eles se protegerem, se defenderem e hoje estamos em um dia de beleza, de aulão de zumba, de atividades e uma palestra com a Dra. Fabiana Machado e o Dr. Jessé Anjos, palestra em que abordam aos nossos idosos sobre seus direitos e deveres, principalmente o cuidado que eles precisam ter com a parte financeira e patrimonial deles”, concluiu.

Com informações do repórter Ney Silva do Acorda Cidade

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

image

Rádio acorda cidade