Feira de Santana

Dança Circular: integrantes do Centro de Apoio ao Deficiente Visual se apresentam na Flifs 2023

Além da apresentação, uma exposição de pintura também pode ser visitada pelo público nos Stands.

28/09/2023 às 23h06, Por Gabriel Gonçalves

Compartilhe essa notícia

CAP-DV na Flifs
Foto: Márcio Pinto/CAP-DV

Os integrantes do Centro de Apoio Pedagógico de Deficiente Visual (CAP-DV), situado na Avenida Eduardo Fróres da Mota, no bairro Santa Mônica, se apresentaram na manhã desta quinta-feira (28), na 16ª edição do Festival Literário e Cultural de Feira de Santana (Flifs), que está sendo realizada na Praça Padre Ovídio ou também conhecida como Praça da Matriz.

Ao Acorda Cidade, a professora de educação física e vice-diretora do CAP-DV, Gilselia Eloi da Silva de Oliveira, explicou no que consiste a chamada ‘dança circular’, atividade desenvolvida pelos integrantes.

CAP-DV na Flifs
Foto: Márcio Pinto/CAP-DV

“Esta apresentação de dança circular com as coreografias “te ofereço paz” e “dança da saia”, se insere como programação da Feira do Livro em 2023, e como continuidade da ação do Setembro Verde, campanha de luta pela inclusão social das pessoas com deficiência, presente no calendário nacional e incluído recentemente como portaria pelo governo do estado da Bahia. A dança circular é uma prática corporal realizada de mãos dadas, com repertório da cultura de vários povos brasileiros e europeus com enfoque no sentimento de união de grupo, e espírito comunitário, ela está sendo inserida como uma metodologia ativa no ambiente escolar”, informou.

CAP-DV na Flifs
Foto: Márcio Pinto/CAP-DV

Ainda de acordo com a professora, a dança também promove benefícios.

“Os benefícios da prática sistematizada são inúmeros: inclusão social, formação humana, desenvolvimento dos aspectos psicomotores, saúde mental dentre outros. E para as pessoas com deficiência visual tem contribuído na conquista da autonomia, expressão, consciência corporal, desenvolvimento da lateralidade, coordenação motora, noção espaço temporal, ritmicidade, socialização, afetividade, memória concentração e atenção plena”, afirmou.

CAP-DV na Flifs
Foto: Márcio Pinto/CAP-DV

Liziane é uma das alunas que participou da dança. Para ela, este foi um momento importante em sua vida, principalmente por ter subido em um palco pela primeira vez.

“Eu nunca tinha participado de um evento como este, para mim foi uma surpresa e uma grande alegria ter participado da dança circular, fazer aquelas apresentações que nós fizemos, nunca subi em um palco para poder fazer nada. Eu me senti feliz e é bom que a gente se sinta bem, aonde a gente vá”, destacou.

CAP-DV na Flifs
Foto: Gilselia Eloi/CAP-DV | Visita ao stand das Paulinas – Aquisição de livros em Braille da Literatura Infantil

Mariluze Aquino também é uma das alunas que participou da dança. “Esse é um momento que a gente pode demonstrar o nosso talento, agradeço pela oportunidade, é muito importante para todos nós”, disse.

Além da apresentação musical, o CAP-DV também está com exposição de obras confeccionadas pelos próprios alunos.

CAP-DV na Flifs
Foto: Paulo José/Acorda Cidade

Ao Acorda Cidade, Sivanilda Dias Lobo, coordenadora pedagógica informou que todo o trabalho, faz parte de um projeto.

CAP-DV na Flifs
Foto: Paulo José/Acorda Cidade

“Nós trabalhamos com o projeto calendário poético leitura e deleite e com textos da Arca de Noé, de Vinicius de Moraes. Foi um trabalho interdisciplinar, os professores fazem atendimentos, eles trabalharam os textos com os alunos e a professora de arte fez uma releitura dos poemas da Arca de Noé. Foi um trabalho que ficou muito bonito, eles estão felizes, eles estão se sentindo bem valorizados, motivados”, concluiu.

Ainda de acordo com a coordenadora, a exposição fica até o próximo sábado (30).

Com informações do repórter Paulo José do Acorda Cidade

SERVIÇO

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO AQUI

Com o tema “Literatura e sertão: o bicentenário da independência da Bahia no Brasil”, a Feira do Livro acontece na Praça Padre Ovídio (Praça da Matriz), no centro da cidade de Feira de Santana, de 26 se setembro a 1º de outubro. A entrada é gratuita.

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

image

Rádio acorda cidade