Alerta

Confira orientações para evitar golpes ao usar o Pix

A Superintendência Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) orienta como utilizar a ferramenta com mais segurança.

05/07/2024 às 15h44, Por Acorda Cidade

Compartilhe essa notícia

pix
Foto: Marcello casal jr/Agência Brasil

O Pix é uma modalidade de pagamento que já caiu no gosto popular. A ferramenta serve para transferências bancárias gratuitas e instantâneas e surgiu com o intuito de facilitar a vida do consumidor na hora transferir dinheiro. Contudo, com a popularização cresce também as tentativas de golpes. Por isso, a Superintendência Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor de Feira de Santana (Procon) orienta como utilizar a ferramenta com mais segurança.

📲 NOTÍCIAS: siga o canal do Acorda Cidade no WhatsApp

O superintendente municipal de Proteção e Defesa do Consumidor, Euclides Artur Costa de Andrade, recomenda não clicar em links recebidos por mensagens ou e-mails, pois eles podem direcioná-lo a sites falsos de roubo de dados.

“Use apenas o site ou o aplicativo do seu banco. Não utilize o Pix através de outros sites. Evite usar redes Wi-Fi desconhecidas, pois elas podem conter vírus que invadem seu celular”, alertou o superintendente.

Outro alerta importante é quanto a senha do aplicativo e a chave Pix, que são diferentes. “A chave Pix é a informação que você fornece para receber ou transferir dinheiro, enquanto a senha do aplicativo do banco deve ser mantida em segredo”, orientou.

Caso o consumidor seja vítima de um golpe, o procedimento correto é entrar em contato imediatamente com o banco e informar sobre o valor e a natureza do golpe, e, em seguida, registrar um boletim de ocorrência na polícia.

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

image

Rádio acorda cidade