Feira de Santana

Coelba remove diversas ligações clandestinas de internet

O problema tem causado incêndios em postes de energia.

04/07/2022 20h04, Por Gabriel Gonçalves

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

Equipes da Coelba, realizaram uma operação na manhã desta segunda-feira (4) no conjunto Feira VII em Feira de Santana, para remover as fiações clandestinas de algumas empresas de internet nos postes. O problema tem causado incêndios com frequência em vários bairros.

Em entrevista ao Acorda Cidade, o gerente de operações da Coelba, Valdemir Araújo, informou que durante as inspeções, que são feitas de forma rotineira, diversas fiações clandestinas são encontradas.

Diante destas ocorrências, o trabalho a ser feito é a remoção deste material, para que não causem nenhum tipo de risco à população.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

“Através das nossas inspeções de campo em nossas instalações, são identificados e mapeados locais onde existem um alto índice de empresas operadoras de telefonia ou internet clandestina que trabalham de forma irregular, e com isso, a gente programa operações de ordenamento, de retirada dessas ligações clandestinas que geram ou que oferecem um determinado risco para a população ou até mesmo, a segurança das pessoas que circulam no local das nossas operações do nosso sistema. Essas empresas que utilizam da nossa estrutura possuem um contrato de utilização das redes dos postes de energia para sua atividade de distribuição de telefonia ou internet, mas a maioria delas, possuem a utilização de forma revelia, sem a concessão, sem um contrato com a nossa distribuidora e isso gera um risco muito grande por não cumprir os padrões técnicos de segurança para instalação dessas redes de internet ou telefonia”, explicou.

De acordo com o gerente de operações, toda empresa que não possuir relação contratual de uso das instalações, é considerada como clandestina.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

“As empresas clandestinas, são as que não possuem uma relação contratual de uso das instalações firmado entre a empresa e a Neoenergia Coelba, então todas as empresas que utilizam do nosso sistema, dos nossos postes, das nossas redes sem a relação contratual, elas são consideradas clandestinas, porque não foram treinadas, não foram orientadas para fazerem o uso com segurança dessas instalações. As irregulares que possuem algum desvio do ordenamento do cabeamento que elas utilizam, elas são notificadas e elas são responsáveis por toda a parte da manutenção do sistema. Quando fiscalizamos que identificamos qualquer situação de risco à segurança e à população, também fazemos a intervenção com a remoção desses condutores que estão ligados ou estão expostos de forma insegura para a população e a sociedade”, destacou.

Durante a operação, foi encontrado um aparelho conhecido como ‘switch’, utilizado para fornecer internet, que estava instalado de maneira incorreta.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

“Aqui é um exemplo de um aparelho de forma clandestina que estava sendo utilizado, é um switch, que possui oito portas para distribuir a internet para oito residências ligado indevidamente em um poste em uma área externa. Esse equipamento é recomendado no interior de residências, e ele está ligado conectado com plugs que são direcionados para tomadas de residências e não para conexão de fios em postes. Então devido a exposição desse equipamento, a interperi climática externa, o risco dele ocasionar um curto circuito e vir a ocasionar uma avaria, um dano para a população, para quem utiliza desse serviço é enorme”, disse.

Ainda segundo o gerente Valdemir Araújo, são problemas como estes, que ocasionam os incêndios em postes de energia.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

“Esse é um dos principais fatores de incêndio nas instalações que muitas vezes são registradas ocorrências nos postes, devido a esse tipo de conexão, esse tipo de adaptação feita para esse tipo de condição externa. Uma ligação utilizando um equipamento que a priori ele não é destinado a utilização de energia elétrica, mas é feita a conexão com a rede de energia elétrica para conectar e distribuir internet de uma forma muito amadora que acaba impactando na segurança e na condução da eletricidade para conectar esse sistema. Toda a fiação que existe em nossas instalações elas passam pelo processo de fiscalização dos nossos técnicos da Coelba de forma rotineira e permanente e sendo identificada qualquer anomalia ou irregularidade voltada a insegurança, é feita a remoção desses cabos, desses condutores por nossas equipes terceirizadas ou próprias”, informou à reportagem do Acorda Cidade.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

Além de remover o material irregular, a Coelba também se preocupa em instruir e orientar qual a melhor maneira de como realizar as instalações elétricas.

“A Coelba além de remover, ela faz constantemente a notificação, orientação e treinamento das pessoas que atuam nesse processo, que tenham uma relação contratual com a Neoenergia Coelba, para garantir a integridade, a segurança e o ordenamento visual dessas instalações. Os nossos clientes podem nos ajudar, podem ser um parceiro da Neoenergia Coelba, acessando antes de contratar qualquer serviço de telefonia ou internet acessando o nosso site www.neoenergiacoelba.com.br, na aba atendimento, compartilhamento de postes, ele pode checar se a empresa que ele está contratando, possui uma relação contratual com a Neoenergia Coelba para ter de fato, um serviço de internet sem interrupção que não seja proveniente de uma empresa clandestina. Foram fiscalizados mais de três mil postes e identificados fiações irregulares que ocasionaram a retirada de 30 toneladas de fiação de internet irregulares em Feira de Santana”, concluiu.

Com informações do repórter Ed Santos do Acorda Cidade

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  1. Marcone Santiago disse:

    Fiquei curioso em saber , como os técnicos sabem no meio dos fios os quais são de empresas legalizadas e os das clandestinas ? E outra coisa: Se de fato remover os fios das empresas tudo de internet da Feira que estão fora da lei será um Deus nos acuda, praticamente a cidade inteira ficará offff kkkkkkkk kkkkkkkkk

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade