Saúde

Câmara de Vereadores vai pedir a Justiça Federal que solicite afastamento do prefeito Colbert Martins

Segundo Fernando Torres, o afastamento do prefeito é para que não atrapalhe as investigações.

05/08/2022 12h30, Por Rachel Pinto

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Foto: Paulo José/Acorda Cidade

Vereadores de Feira de Santana realizaram, na manhã desta sexta-feira (5), uma entrevista coletiva com o objetivo de falar sobre a operação da Polícia Federal (PF) que aconteceu ontem na cidade e os trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde. A operação da PF, denominada No Service, teve como objetivo cumprir mandados judiciais decorrentes de investigação relativa a irregularidades na contratação de empresa de propriedade do atual Secretário de Saúde, Marcelo Britto, para realizar consultoria em serviços de saúde.

Foto: Paulo José/Acorda Cidade

Durante a coletiva, o presidente da Câmara de Vereadores, o vereador Fernando Torres, informou que a câmara irá pedir a Justiça Federal, o afastamento do prefeito Colbert Martins da Silva por 90 dias, para não atrapalhar as investigações.

Segundo ele, o envio de dados da CPI da Saúde para à Polícia Federal, pode fazer com que apareçam mais problemas relacionados à saúde no município. Ele citou ainda sobre a venda do Hospital HTO.

“Vários dados que a CPI apurou são verdadeiros. Um deles foi a venda do hospital HTO que também foi indagação nossa. Um hospital que vale 17 milhões, foi vendido por 17 mil reais e por cotas. Eu acredito que quando a CPI da Saúde mandar para a Polícia Federal esses dados vão acontecer mais problemas em Feira de Santana e com o prefeito. A Câmara Municipal iria pedir o afastamento do prefeito por 90 dias para não atrapalhar as investigações da PF, porém pela Lei 201/67 de 1967, a câmara não pode fazer esse afastamento. Mas, o poder judiciário pode e eu vou pedir aos membros da CPI que façam esse pedido. Para que haja o afastamento de Colbert por 90 dias para não atrapalhar as investigações. Isso é muito grave”, declarou.

Com informações do repórter Paulo José do Acorda Cidade

Leia também:

Com secretários afastados, prefeitura vai designar em breve novos nomes para secretarias

Relator da CPI que culminou em operação da PF diz que investigações terão outros desdobramentos

‘Se provarem algo errado, devo pagar conforme a lei’, diz secretário de Saúde após operação da PF

Polícia Federal deflagra operação em Feira de Santana e afasta dois secretários

Vereador diz que irregularidades na Secretaria de Saúde já vinham sendo apontadas na Câmara

‘Se tem alguém que cometeu qualquer erro, tem que pagar’, declara Zé Carneiro sobre investigação da PF

Chaveiro foi acionado para abrir salas da Secretaria de Saúde

Câmara de Vereadores conclui que houve irregularidades em contratos da prefeitura de Feira de Santana

Comitiva da Câmara denuncia na PF suposto superfaturamento em serviços prestados a UPA

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  1. Rosemary Araújo disse:

    Doidinho pra tomar a cadeira do prefeito! Deus é mais !!! O que o poder não faz com o homem???

  2. Rew0lt4d0 disse:

    Palhaços oportunistas!

  3. Geraldo disse:

    Chefe do executivo que não entra em acordo com o legislativo cai. A história tá cheia de exemplos.

  4. Grazi disse:

    Esse prefeito foi o pior que feira teve, mas esse Fernando é cheio de inveja e raiva de Colbert.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade