Feira de Santana

Após final entre São Paulo e Flamengo, Rua São Domingos amanhece repleta de garrafas de vidro

A equipe da Sustentare já recolheu todo material.

25/09/2023 às 09h34, Por Gabriel Gonçalves

Compartilhe essa notícia

Rua São Domingos
Foto: Paulo José/Acorda Cidade

Após a final da Copa do Brasil, entre São Paulo e Flamengo, no final da tarde de ontem (24), muitos torcedores continuaram festejando na Rua São Domingos, bairro Capuchinhos, em Feira de Santana.

Rua São Domingos
Foto: Paulo José/Acorda Cidade

O que foi motivo de muita alegria para alguns, se tornou um grande trabalho para a equipe da Sustentare, da Secretaria de Serviços Públicos (Sesp), que teve que recolher todas as garrafas de vidro espalhadas pela via.

Rua São Domingos
Foto: Paulo José/Acorda Cidade

Em entrevista ao Acorda Cidade, o supervisor de limpeza, Orlando Silva informou que o processo faz parte do trabalho.

Rua São Domingos
Foto: Paulo José/Acorda Cidade

“Eu também estou aqui ajudando a equipe, até porque nós temos que chegar junto, a união faz a força e a força faz a limpeza. Tem muita garrafa de vidro aqui, inclusive é até uma arma, principalmente quando a pessoa quebra um objeto desse. Mas nós estamos empenhados e acredito que dentro de 30 minutos, toda limpeza será concluída aqui. Eles festejam e nós limpamos”, contou.

No mês de outubro do ano passado, a mesma situação foi vista, após a final da Copa Libertadores entre Flamengo e Athlético-PR.

Leia também:

São Paulo derruba Flamengo e alcança sua maior conquista em 15 anos

Após jogo de futebol, Rua São Domingos amanhece cheia de lixo e garrafas de vidro

Com informações do repórter Paulo José do Acorda Cidade

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Qual a novidade? Todos os dias jogam lixos nas ruas e praças e agem como se fosse normal e faz parte da cultura de grande parte do povo. As praias em Salvador amanhecem cheias de lixo mostrando a educação e higiene de muitos que não deviam nem aparecer por lá. Pergunta que não quer calar. Quantos foram fiscalizados na lei seca, estacionados irregularmente, som alto, dirigindo embriagado e, pra completar, havia a presença de prepostos da fiscalização?

Mais Notícias

image

Rádio acorda cidade