Feira de Santana

Alto do Papagaio: moradores cobram melhorias em vias com piso danificado

Muitos paralelepípedos estão soltos, e alguns trechos da rua apresentam buracos, provocando riscos para os condutores.

10/06/2022 12h04, Por Gabriel Gonçalves

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Foto: Paulo José/Acorda Cidade

Quem precisa trafegar diariamente pela Estrada do Francês, localizada no bairro Papagaio em Feira de Santana, precisa ter paciência, atenção e muito cuidado para não se acidentar ou até mesmo, danificar o veículo.

Muitos paralelepípedos estão soltos, e alguns trechos da rua apresentam buracos, provocando riscos para os condutores.

Ao Acorda Cidade, o morador Jefferson Roberto, informou que muitos residenciais estão sendo construídos no bairro, e acredita que a água servida despejada na via, está prejudicando o solo.

“Com relação à toda esta pavimentação, a prefeitura até que faz o trabalho dela, a gente observa ali alguns pontos com asfalto, mas o que eu acho, é que estes condomínios que foram construídos aqui, estão jogando água do esgoto na rua e isso pode estar prejudicando o solo. Isso aqui no final da tarde, quando o fluxo é maior de veículos, tem um grande engarrafamento, porque os motoristas precisam reduzir a velocidade, porque não tem como passar por cima desses buracos de qualquer jeito. Infelizmente, é mais um risco que a gente tem por conta dos meliantes que aproveitam esse momento para assaltar”, lamentou.

Foto: Paulo José/Acorda Cidade

Ainda segundo o morador, é necessário que o policiamento seja mais ostensivo na área do bairro.

“A gente pede à Companhia que é responsável aqui pelo bairro para ter um policiamento mais efetivo, a gente que mora aqui já quase perto de Santa Quitéria se sente isolado. A prefeitura também fez uma obra muito bonita com a duplicação da Rubens Francisco Dias, porém a iluminação ainda não contemplou toda a região. Pedimos que a prefeitura também possa analisar esta situação”, contou.

Foto: Paulo José/Acorda Cidade

Ao Acorda Cidade, o superintendente de Obras e Manutenção do município, João Vianney, informou que existe um fluxo muito grande de caminhões tipo caçamba, que trafegam na região diariamente, o que provoca o afundamento do solo.

Foto: Paulo José/Acorda Cidade

“Já está em nossa programação estes reparos, mas é importante ressaltar que essa rua tem um fluxo constante de caçambas, e o pavimento não foi dimensionado para isso. Estamos avaliando com a SME e a Sedur, como proceder com esta situação. Caso continue com este fluxo, o reparo que for feito, será danificado em curto prazo”, explicou.

Foto: Paulo José/Acorda Cidade

Com relação ao policiamento na região, o Acorda Cidade está em contato com a Companhia de Polícia responsável pelo bairro para mais esclarecimentos.

Com informações do repórter Paulo José do Acorda Cidade

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade