Esportes

Após derrota, Vitória volta a zona de rebaixamento

O Leão foi derrotado pelo Red Bull Bragantino por 2 a 1, no Nabi Abi Chedid, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro.

23/06/2024 às 20h54, Por Acorda Cidade

Compartilhe essa notícia

Vitória
Foto: Victor Ferreira / EC Vitória

O Vitória voltou para a zona de rebaixamento ao perder a invencibilidade de quatro partidas. Na noite deste domingo (23), o Leão foi derrotado pelo Red Bull Bragantino por 2 a 1, no Nabi Abi Chedid, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. Jean Mota abriu o placar para o time baiano, mas Eric Ramires e Helinho marcaram para os donos da casa.

📲 NOTÍCIAS: siga o canal do Acorda Cidade no WhatsApp

Com o resultado negativo, o Rubro-Negro estacionou nos nove pontos e caiu para o 17º lugar na tabela de classificação abrindo o Z-4, atrás do Atlético-GO, por causa do saldo de gols. Com 18, o Massa Bruta assumiu a sexta posição.

O Vitória volta a jogar na próxima quinta-feira (27), às 19h, novamente fora de casa, desta vez no Rio de Janeiro, onde encara o Fluminense no Maracanã. O jogo valerá pela 12ª rodada.

O jogo

O jogo começou com o dono da casa Red Bull Bragantino tendo mais domínio de bola e trocando passes, mas sem conseguir furar a marcação do Vitória. Já o Leão, bem postado defensivamente, tentava sair para o ataque quando tinha a redonda no pé e quase conseguiu uma trama perigosa aos quatro minutos com Culebra invadindo a área pela direita, mas acabou desarmado. O Massa Bruto chegou com perigo aos sete em que Lucas Evangelista foi à linha de fundo e cruzou rasteiro. A bola passou por todo mundo e ninguém finalizou. No minuto seguinte e aos nove, Lucas Arcanjo começou a trabalhar.

Na primeira ele saiu para evitar a finalização de Ramires após passe em profundidade, a bola sobrou com Wagner Leonardo que afastou o perigo. Na segunda, ele desviou com a ponta dos dedos na cabeçada de Eduardo Sasha aproveitando a cobrança de escanteio de Helinho. Aos 14, o goleiro do Leão foi acionado novamente. Jogada de Eric Ramires, Jadsom recebeu o passe, foi à linha de fundo e cruzou rasteiro, mas o camisa 1 do Rubro-Negro ficou com a bola.

Jean Mota abre o placar para o Leão

O Vitória abriu o placar com Jean Mota aos 16 minutos. Na descida pela esquerda de Willian Oliveira, que tabelou com Luiz Adriano, a bola ficou com o camisa 10 que chutou de primeira para estufar as redes. Red Bull Bragantino 0x1 Vitória

O Massa Bruta respondeu aos 24 minutos. Raul soltou a bomba de fora da área e obrigou Lucas Arcanjo a fazer a defesa e desviar para escanteio. Na cobrança do esquinado, Willian Oliveira afastou de cabeça. Aos 36, o goleiro do Leão estava bem posicionado e encaixou a bola sem dificuldades na cabeçada de Lucas Evangelista no levantamento de Juninho Capixaba.

O Vitória chegou ao segundo gol com Culebra aos 38 minutos. O atacante recebeu bom passe em profundidade e tocou na saída de Cleiton, mandando para o fundo das redes. Mas a arbitragem invalidou o tento apontando impedindo do equatoriano. Aos 41, o Rubro-Negro quase ampliou o marcador. Lucas Esteve fez bom cruzamento da esquerda e Willean Lepo cabeceou opara a grande defesa do arqueiro do Massa Bruta. O atacante Helinho, do time paulista, recebeu cartão amarelo por uma entrada duríssima em Jean Mota, que precisou receber atendimento médico.

Eric Ramires empata para o Massa Bruta

O Red Bull Bragantino chegou ao empate com Eric Ramires aos 47 minutos. Jadsom levantou a bola na área, Sasha matou no peito e finalizou forte. Lucas Arcanjo fez a defesa parcial e o camisa 7 aproveitou o rebote para estufar as redes. Red Bull Bragantino 1×1 Vitória.

Segundo tempo

O Vitória voltou dos vestiários com uma modificação. O técnico Thiago Carpini promoveu a entrada de Raúl Cáceres no lugar de Willian Oliveira. Enquanto o Red Bull Bragantino voltou com a mesma formação da etapa inicial.

A primeira iniciativa do recomeço da partida foi do Massa Bruta. Aos dois minutos, Helinho soltou a bomba batendo cruzado, mas mandou para fora. O time paulista ainda criou duas boas chances ambas com Lucas Evangelista aos nove e aos 10. No primeiro lance, o meia soltou a bomba de perna esquerda obrigando Lucas Arcanjo a fazer grande defesa. No segundo, o mesmo camisa 8 foi travado no chute de voleio. O Leão respondeu aos 15 minutos na boa jogada de Culebra. O equatoriano desceu pela esquerda em velocidade, invadiu a área e buscou o toque, mas Juninho Capixaba fez um corte providencial para salvar os donos da casa. Na sequência, o camisa 31 do Leão quase marcou o segundo, mas não conseguiu completar o cabeceio de Wagner Leonardo após cobrança de escanteio de Jean Mota aos 17.

Helinho vira para o Massa Bruta

O Red Bull Bragantino virou o placar com Helinho aos 20 minutos. Jogada de Lucas Evangelista que foi avançando e tocou em profundidade para o camisa 11 bater no canto de Lucas Arcanjo para marcar. Red Bull Bragantino 2×1 Vitória.

Vitória e Bragantino
Foto: Victor Ferreira / EC Vitória

O Leão respondeu aos 22 minutos e quase marcou com Lucas Esteves. O lateral cabeceou no cruzamento vindo pela direita e a bola ainda tocou no braço de Culebra antes de Cleiton fazer a boa defesa.

Culebra desperdiçou uma boa chance aos 45 minutos. A bola veio rasteira pela esquerda, mas o equatoriano acabou furando. Aos 50 minutos, os jogadores do Leão ainda pediram pênalti num possível toque de mão do Massa Bruta. Mas após o VAR revisar o lance, o árbitro Jonathan Benkenstein Pinheiro encerrou a partida.

FICHA TÉCNICA

RB Bragantino 2×1 Vitória

Campeonato Brasileiro – 11ª rodada

Local: Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista

Data: 23/06/2024 (domingo)

Horário: 18h30

Árbitro: Jonathan Benkenstein Pinheiro (RS)

Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi e Tiago Augusto Kappes Diel (ambos do RS)

VAR: Rafael Traci (SC)

Cartão amarelo: Helinho, Nathan Mendes, Henry Mosquera (Red Bull Bragantino) / Lucas Esteves, Luan Santos (Vitória)

Gols: Eric Ramires, Helinho (Red Bull Bragantino) / Jean Mota (Vitória)

RB Bragantino: Cleiton; Jadsom (Nathan Mendes), Pedro Henrique, Luan Cândido e Juninho Capixaba; Raul, Eric Ramires (Henry Mosquera) e Lucas Evangelista; Helinho (Laquintana), Eduardo Sasha (Thiago Borbas) e Vitinho (Gustavinho). Técnico: Pedro Caixinha.

Vitória: Lucas Arcanjo; Willean Lepo, Reynaldo (Osvaldo), Wagner Leonardo e Lucas Esteves; Rodrigo Andrade, Léo Naldi (Luan Santos) e Willian Oliveira (Raúl Cáceres); Jean Mota (Matheusinho), Culebra e Luiz Adriano (Fábio Soares). Técnico: Thiago Carpini.

Fonte: Bahia Notícias

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

image

Rádio acorda cidade