Eleições 2022

Roma afirma ser único adversário do PT e o candidato que realmente defende Deus, pátria, família e liberdade

Roma recordou que, devido aos desmandos do PT com o Petrolão, foram perdidos dez mil empregos do Estaleiro de Enseada.

28/09/2022 às 11h42, Por Acorda Cidade

Compartilhe essa notícia

Foto: Divulgação

O candidato a governador da Bahia, ex-ministro da Cidadania e deputado federal, João Roma (PL), ressaltou, durante o debate da TV Bahia realizado na noite desta terça-feira (27), que o seu principal adversário na Bahia é o candidato do PT, assim como Lula é o principal adversário do presidente Jair Bolsonaro (PL).

Roma, em confronto com Jerônimo Rodrigues (PT), ressaltou que “o Brasil está avançando e está trazendo investimentos”. O candidato apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro também destacou ser o único contrário ao aborto, à ideologia de gênero e defensor de Deus e dos valores da família.

O candidato do PL lembrou que “o Auxílio Brasil é o novo programa permanente de transferência de renda. E tem mais: agora o beneficiário ainda pode fazer empréstimo consignado com juros baixo, porque hoje tem muita gente pendurada na mão de agiota”. João Roma disse que esse é mais um benefício garantido aos cidadãos.

O candidato garantiu que vai criar também o Auxílio Bahia que vai ser um complemento para que pessoas possam utilizar.. “Vocês sabem onde o calo aperta. Nós queremos ajudar cada filho de Deus a poder melhorar de vida no estado da Bahia”.

Ainda no confronto com Jerônimo Rodrigues, Roma disse que os índices de homicídio caíram no Brasil, menos na Bahia. “Diferente do seu governo que vive querendo transferir a responsabilidade, no Brasil o índice de crimes violentos caiu de 60 mil para 40 mil, menos na Bahia. Então nós precisamos mudar a postura, dar respaldo a nossas forças policiais para agir com energia, para que o cidadão possa andar de cabeça erguida e que o bandido parta a mil da Bahia”, disse Roma.

Após direito de resposta concedido a ACM Neto após o candidato do União Brasil ter se declarado pardo, Roma comentou: “Agora confesso que eu fiquei confuso com o direito de resposta do candidato afro-conveniente. De fato, de acordo com o Estatuto da Igualdade Racial, quem se denomina pardo diz que é afrodescendente. Ele é negro ou não é negro? Ele não sabe a cor da sua pele e, na verdade, vai sair derrotado dessa eleição”.

João Roma, durante debate com Kleber Rosa (PSOL), defendeu o aumento da infraestrutura. “Uma estrada boa não só salva vidas, como também é motivo de desenvolvimento e oportunidade para muitas pessoas. Nós precisamos agir muito na infraestrutura, pensando no estado de forma grandiosa, podendo fazer um estado que seja assim vetor de desenvolvimento”, salientou João Roma.

Nas considerações finais, Roma dirigiu críticas a ACM Neto, do União Brasil. “É ridículo ver o ‘todo poderoso’ ACM Neto ficar aqui de mimimi, se fazendo de vítima. Ele devia, antes de tudo, respeitar a família: o senador Antônio Carlos deve estar se revirando com esse mimimi no netinho dele. Ele, menino mimado, não sabe o que é enfrentar adversidade. A Bahia precisa de um líder, não de um covarde”, declara Roma.

O candidato do PL também não se esquivou dos temas morais. “Você que é cristão, você que é católico, você vai votar num candidato que não se posiciona contra o aborto ou que não se posiciona contra a ideologia de gênero? Nenhum deles aqui se posiciona em relação a isso. Eu me posiciono”, comparou Roma, indicando que quem é contrário ao aborto, contra as pautas da família e contra a ideologia de gênero devem votar nele e no presidente Jair Bolsonaro. “Nós temos muita clareza de que defendemos Deus, pátria, família e liberdade”, disse Roma.

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. A única coisa que ele defende de verdade é a família e a conta bancária dele, e a mulher são candidatos, e o pior ainda usa o nome de DEUS em vão.

Mais Notícias

image

Rádio acorda cidade