Candeia Grossa

Pais de estudantes protestam contra situação de escola no distrito da Matinha

De acordo com os pais, os estudantes precisam se deslocar para o Povoado do Jacu, onde há outra escola da rede municipal.

13/06/2022 12h53, Por Gabriel Gonçalves

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

Atualizada às 14h30

Pais e estudantes do Povoado da Candeia Grossa, distrito da Matinha em Feira de Santana, protestaram na manhã desta segunda-feira (13), contra as más condições da Escola Municipal Florêncio Alves, que está fechada desde o ano de 2019.

De acordo com os pais, os estudantes precisam se deslocar para o Povoado do Jacu, onde há outra escola da rede municipal.

Caroline Oliveira, que é mãe de uma estudante, informou à reportagem do Acorda Cidade, que a sede está abandonada, onde seria feita uma reforma, mas após três anos, nada foi iniciado.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

“Estamos reivindicando a falta de funcionários para a escola, ela já tem três anos para ser reformada, mas não iniciou. Fecharam a escola, está com mato, está correndo risco de dengue, de chikungunya, de todas essas coisas, não tem fardamento para as crianças, elas precisam ser deslocadas de um Povoado para o outro em um transporte sem um adulto, sem um monitor, então estamos pedindo estas soluções. Já enviamos as reclamações inclusive para a Secretaria de Educação, e até hoje nós não tivemos nenhum retorno”, disse.

Segundo Ana Lúcia Pinheiro, mãe de três estudantes, as crianças se deslocam para a escola em outro povoado sem o acompanhamento de nenhum adulto e isso gera preocupação.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

“Não temos nenhum retorno com relação à reforma que seria feita aqui nesta escola. A unidade está fechada, e nossos filhos precisam se deslocar para o Povoado de Jacu, vão dentro de um ônibus, soltas, sozinhas, apenas o motorista conduzindo este ônibus e ficamos preocupadas. Além disso, ainda faltam os funcionários, merendeiras, então ficamos assim, sem nenhuma resposta, nossos filhos precisando sair do povoado daqui, porque não tem escola”, afirmou.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

Ao Acorda Cidade, a secretária municipal de Educação, Anaci Bispo Paim, informou que a Escola Municipal Florêncio Alves, está inclusa em um pacote de obras junto com outras unidades da educação.

“Existem três pacotes de obras de grande porte de interferência na rede escolar de unidades, que estão com proposição de reforma ampla. No caso da Municipal Florêncio Alves, está no mesmo pacote de cinco outras que é Monteiro Lobato, Eurides Franco Lacerda, a escola Margarida Brito de Oliveira, João Marinho Falcão e a Rui Nunes. É uma licitação em que prever a elaboração também dos projetos complementares, então agiliza muito o processo para esta situação. Nós tivemos que alugar novos prédios, que é o caso da Eurides e o caso da Florêncio Alves Brito, estes estudantes foram remanejados para outra escola, pois quando a interferência é de grande porte, não tem como conviver com obra e com a permanência dos alunos”, explicou.

Quanto ao transporte escolar que é disponibilizado pela secretaria, a responsável pela pasta, explicou que todos os profissionais, são qualificados para realizar os serviços.

“A equipe que faz o transporte escolar da secretaria, é constituída de pessoas devidamente qualificadas, que já possuem uma experiência de transporte com crianças em várias faixas de idade. Então temos total cuidado para o ingresso e a descida destes estudantes nas respectivas escolas, e estamos avaliando um estudo para quando novas licitações ocorrerem, possamos estar incluindo monitores nestes veículos, para acompanhar estas crianças. Lançamos um projeto, para que as mães pudessem acompanhar estes filhos, estes estudantes, mas ainda não conseguimos implementar, mas estamos em busca para viabilizar este tipo de iniciativa”, concluiu.

Com informações do repórter Ed Santos do Acorda Cidade

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  1. Ricardo disse:

    Essa situação não é só nos distritos mais também na Cidade falta alimentação também para as crianças

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade