Feira de Santana

Mãe chama atenção para casos de Covid-19 no Colégio Estadual Luís Eduardo Magalhães em Feira de Santana

De acordo com ela, a direção não suspendeu as aulas.

11/07/2022 16h06, Por Gabriel Gonçalves

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

Foto: Reprodução/Google Maps

A mãe de um estudante do Colégio Estadual Luís Eduardo Magalhães, em Feira de Santana, que preferiu não se identificar, entrou em contato com a produção do Acorda Cidade, informando que cerca de 12 professores testaram positivo para a Covid-19.

Leia também: 606 novos casos de covid-19 confirmados em Feira de Santana

Diante da situação, ela explicou que a única alternativa foi ter o horário vago, mas informou que as aulas não foram suspensas por parte da direção.

“Meu filho estuda no 2º ano do Ensino Médio, e no dia 4 de julho teve o retorno das aulas. Quando foi no dia 7, os casos de Covid apareceram. No início, começou soltando os alunos mais cedo, então a gente leva nossos filhos antes de 7h, quando é 9h, 10h, já precisa buscar porque não tem aula. Pelo que estou sabendo, os professores que estavam indo lá no Colégio, estavam suspeitos, e quando foi no dia de ontem através do grupo que temos, informaram que as aulas iriam permanecer normalmente. Meu filho informou que pelo menos, 12 professores testaram positivo para a Covid, disse também que está tendo testagem rápida, mas seria interessante que suspendessem as aulas, que pudesse voltar para o modo remoto. A Micareta está aí batendo na porta, mesmo com o grande número de casos de Covid-19 e continuar desta forma, não pode. Nós temos idosos dentro de casa, e mesmo que jovens e crianças sejam assintomáticos, podem passar a doença para outra pessoa”, lamentou.

O Acorda Cidade entrou em contato com o Núcleo Territorial de Educação (NTE-19). A diretora da unidade, Celinalva Paim, informou que na semana passada, cerca de oito professores testaram positivo e foram afastados, mas salientou que uma equipe sempre está realizando testagem rápida no Colégio.

“Na semana passada, nós tivemos oito professores que testaram positivo, eles foram afastados, tiveram as atividades suspensas, mas as aulas continuaram de forma normal. Nós não temos mais protocolos para fechar a unidade, apenas desinfectar. A equipe de ‘Testagem na Escola’, está no Modelo fazendo com os testes com os alunos, e quem testar positivo, será afastado também. Estes professores cumpriram o prazo de cinco dias afastados e já retornaram, porque este é o novo prazo, a partir do momento dos primeiros sintomas. A orientação que temos, é que suspensão de aula, apenas em casos generalizados e os protocolos de lavagem das mãos, continuam, uso de máscara, conforme conscientização dos alunos, professores e funcionários. No momento por exemplo, temos dois professores afastados, na semana passada, tínhamos três estudantes, mas já retornaram”, explicou.

Com informações da produtora Maylla Nunes do Acorda Cidade

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  1. Kelen disse:

    Tenho uma filha que estuda lá e não foram 8 nem 12 foram 17 professores infectados dando aulas doente ou não, hoje foi feito teste rápido entre alguns os alunos e só dá classe dela 5 testaram positivo. Isso é insano com a saúde de nossos adolescentes, falta de respeito com a família pois tenho bebê em casa idoso.

    1. João Keyker disse:

      Vocês não tomaram a vacina, não?? Oxe oxe. A vacina é que salva vidas. Tá com medo do quê?

      1. Yasmin disse:

        Vacina não salva ninguém não, vacina é pra prevenir que algo pior aconteça. Mas a vanica não impede ninguém de pegar não.

      2. ANE disse:

        Pois é , tambem não consigo entender , o povo “Imunizado”

    2. Mãe aflita disse:

      Concordo! Uma falta de respeito e ainda suspenderam as máscaras nas escolas. Acho um absurdo!

  2. Crispiniano de Santana Silva disse:

    Realmente é preciso a secretária de educação tomar as devidas providências para que este quadro não consiga infectar bastante alunos e com amplie para os familiares.

    1. João Keyker disse:

      A providência já foi tomada amigo. O governo do estado disponibilizou vacinas na UBS. Você já se vacinou?

  3. Joseane disse:

    Engraçado é que muitos desses adolescentes provavelmente estavam subindo e descendo curtindo as festas de São João e ninguém pensou em Covid, em distanciamento e nem em protocolo. Agora vai querer começar a novela de suspender as aulas que nem bem começaram.

    1. João Keyker disse:

      Verdade. Também concordo.

  4. Luzinete disse:

    A população, realmente MÃE de aluno, precisa reclamar sobre aquilo que está errado. Sabemos que não existe por parte do poder público nem de grande parte da população, preocupação com as consequências que o covid ainda causa. Temos vacinas, graças a Deus e aos profissionais da área, mas não podemos esquecer que o avanço do covid causa grande procura nas Upas, Policlinicas e Hospitais, sejam estes publicos ou particular. Portanto, é responsabilidade da população: vigiar, reclamar, cobrar e colaborar para evitar que mais pessoas morram, direta ou indiretamente por causa do covid.
    As vacinas são novas, eficazes e até o momento disponíveis. Precisamos cuidar do presente para que tenhamos um futuro sem perdas e com mais conquistas.
    Exemplo de motivo para evitarmos o avanço do covid: se vc sofrer um acidente ou precisar derrepente de atendimento médio, chegando no hospital, Upa ou Policlinica, e não tiver vaga, você pode morrer, mesmo que não tenha covid.
    Contudo é possível observarmos o quanto é importante fazermos nossa parte.
    Se continuar como está o que será de NÓS? O QUÊ?

  5. Fabiano Araujo disse:

    A micareta vem aí !
    Absurdo

  6. Joseana figueredo disse:

    A noite tbm tem casos de professores e alunos que testaram positivo e estão afastados porém as aulas continuam ,alem disso da pra ver professores e alunos tossindo dentro do colégio e muita gente sem mascara

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade