Política

Zé Neto diz que escritório do CIS não saiu porque ‘João Leão matracou’

A declaração foi feita por Zé Neto durante lançamento de sua pré-candidatura à reeleição.

22/05/2022 14h18, Por Dilton e Feito

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

Foto: Ney Silva/Acorda Cidade

O Centro Industrial do Subaé (CIS), considerado um dos três maiores centros industriais da Bahia, teve sua estrutura modificada em 2018 por meio do projeto de Lei Nº 22.972/2018 de autoria do Governo do Estado que o extinguiu como autarquia e passaria a funcionar como escritório. A mudança foi feita para corte de despesas, mas desde então as atividades da nova estrutura foram ficando longe dos noticiários e sem um escritório de fato.

Na manhã deste domingo (22), durante coletiva no lançamento de sua pré-candidatura à reeleição como deputado federal, Zé Neto (PT), soltou uma informação que poucos sabiam: João Leão teria travado o escritório em Feira de Santana, e por isso ainda não saiu.

“A questão do CIS a gente sabe que não tinha mais como mantê-lo como autarquia com 43 funcionários, funcionando em um turno. Estava difícil, mantive até onde pude, foram seis anos de luta. Depois Rui disse que tem que abrir o escritório. João Leão chegou, matracou lá e não fez o escritório do CIS, está sendo reaberto agora com uma modelagem interessante”, declarou.

Sobre a “modelagem interessante”, o deputado antecipou que haverá uma participação maior da Prefeitura Municipal de Feira de Santana. Inclusive, Zé Neto participou de um almoço com o prefeito Colbert Martins e representantes de classes empresariais (relembre aqui).

“O CIS com a prefeitura de Feira. Ela tem que participar disso. A política industrial do município tem que ter o município presente, tem que ter a câmara presente, tem que ter o empresário, inclusive, pra mim, o escritório tem que funcionar dentro do CIFS, que é a entidade que representa o setor empresarial da cidade, portanto acho que isso está caminhando”, concluiu.

Zé Neto lançou sua pré-candidatura à reeleição, em um evento repleto de apoiadores no Ville Convention (Ville Goumert), na Av. João Durval, em Feira de Santana. Diferente do que foi anunciado, os pré-candidatos ao Governo da Bahia, Jerônimo Rodrigues e Geraldo Júnior, do governador Rui Costa, dos senadores Jaques Wagner e Otto Alencar não compareceram ao evento por estarem em agenda em outras cidades do interior da Bahia.

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  1. Manoel Carneiro disse:

    Porque só agora o ilustre deputado trouxe isso? E porque ele ficou caladinho esse tempo todo?
    E o governador dele, se quisesse de fato a instalação deste escritório, deixaria um auxiliar travar? Ah deputado para com isso que é ridículo!!

  2. Crispiniano de Santana Silva disse:

    Na verdade este tipo de comportamento no meio da política brasileira parece uma coisa muito comum mas isso tem prejudicado o bom desenvolvimento na cidade estes políticos precisam aprender a governa para o povo

  3. Nilton disse:

    Ai é outro órgão que tá sofrendo com o governo, os empresários das indústrias só reclamam dos morcegos da admin desse governo.

  4. Carlos disse:

    Engraçado o cara é o vice governador e o incompetente agora vem jogar a culpa do fracasso dele em um que não tem o comando do governo kkkkkkk quando o vice manda kkkkkkk

  5. Ricardo disse:

    Que desculpa mais sem graça essa Ze Neto ,não fale isso não, que fica feio pra tu e teu partido. SAIA DESSE PARTIDO QUE ESTA QUEIMADO MOÇO

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade