Feira de Santana

Presidente da Câmara de Feira de Santana denuncia vereadores à Corregedoria

Ela entregou ao vereador Galeguinho (PSB), corregedor da Casa, os requerimentos contra os vereadores José Carneiro (MDB), Fernando Torres (PSB) e Edvaldo Lima (MDB).

30/08/2023 às 16h27, Por Dilton e Feito

Compartilhe essa notícia

Foto: Divulgação

Nesta quarta-feira (30), a presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana, Eremita Mota (PSDB), deu prosseguimento às denúncias dos casos de violência política de gênero que vem sofrendo sistematicamente dentro do plenário. Ela entregou ao vereador Galeguinho (PSB), corregedor da Casa, os requerimentos contra os vereadores José Carneiro (MDB), Fernando Torres (PSB) e Edvaldo Lima (MDB).

A partir de agora, os casos serão apurados e avaliados pela corregedoria da CMFSA sob a acusação de quebra de decoro parlamentar, com a consequente aplicação da pena de perda do mandato, em virtude da violação do decoro parlamentar (afronta ao artigo 64, inciso IV, da Lei Orgânica do Município de Feira de Santana, o artigo 15, inciso II, do Código de Ética e Decoro Parlamentar, bem como ao artigo 133, inciso III, do Regimento Interno da Câmara Municipal de Feira de Santana).

“Confio na seriedade do vereador Galeguinho e espero que os vereadores que me agrediram sejam punidos de alguma forma”, relatou Eremita, ao falar das expectativas quanto ao julgamento da corregedoria.

A presidente Eremita esteve na Delegacia da Mulher no último dia 17, quando registrou boletim de ocorrência depois de ser intimidada pelo vereador Edvaldo Lima (MDB), no dia 16, após fazer uma denúncia contra o prefeito Colbert Martins; ser xingada pelo vereador Fernando Torres (PSD) após um desentendimento durante a sessão do dia seguinte; além de também ser difamada por José Carneiro(MDB), quando o vereador afirmou que Eremita estava sem tomar medicação, sugerindo que ela tem algum problema psiquiátrico.

Eremita lembra que os ataques têm sido constantes por parte de alguns vereadores e que em Fevereiro ingressou com queixa-crime contra Fernando, José Carneiro e Paulão do Caldeirão (PSC).

“É inacreditável estarmos exatamente no Agosto Lilás, o mês que conscientizamos a população para o combate à violência contra a mulher, e eu ter que passar por tamanhas ofensas. Espero que a justiça seja feita.”, lamenta a vereador.

O que diz o vereador José Carneiro (MDB):

“Eu confesso que não entendi a reação da vereadora Eremita Mota, a presidente da Câmara, quando foi à delegacia da mulher prestar queixa contra vereadores. Eu jamais imaginei que o meu nome estivesse na relação. O que houve foi uma discussão dela com dois vereadores e no final da sessão eu fiz uma pergunta que é costumeira fazer aos vereadores de Feira ate mesmo em tom de brincadeira, ela mesma já usou isso diversas vezes com o vereador Lulinha. No final da sessão ela já estava estressada por conta da briga eu perguntei: ‘Vereadora já tomei gardenal’, eu admito que não fui feliz, mas isso não é motivo para incriminar. Ela inclusive entrou com uma ação contra mim e a justiça já mandou arquivar por conta de uma série de acusações dela que não tinham veracidade. Eu não tenho o que temer, isso não é motivo jamais para corregedor acionar seja o que for para tentar punir um vereador apenas porque disse uma bobagem dessa, está certo que eu poderia mandar ela tomar um chá de maracujá seria melhor do que remédio, mas isso para mim é bobagem não tem razão para querer se vitimar tanto. Eu entendo que a vereadora Eremita nesse caso específico com relação à minha pessoa está querendo criar um factoide, eu lamento porque ela já não teve êxito na Justiça e jamais terá êxito na Corregedoria, porque o que eu fiz não é motivo tão grande para chegar a esse ponto. E a vereadora deveria se policiar também ao se dirigir aos vereadores. Ela é presidente de todos, da oposição, e às vezes fico triste e constrangido ao ver uma presidente da Câmara se dirigir aos vereadores com determinados termos. Ela deveria se policiar e não deixar que forças ocultas decidam por ela”, pontuou José Carneiro.

O Acorda Cidade entrou em contato com os vereadores Edvaldo Lima e Fernando Torres e aguarda retorno.

Com informações da jornalista Iasmim Santos do Acorda Cidade

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Se houver excesso de palavras e ações contra a presidente da Câmara de vereadores da nossa cidade ela deveria chamar os envolvidos e dizer que está conduta no convém ao cargo que eles ocupa e resolver de maneira que não exponha os colegas mais cada pessoa pensa e haje de maneira diferentes

Mais Notícias

image

Rádio acorda cidade