CPI do Shopping Popular

Pedido de abertura de uma CPI do Shopping Popular é reforçado na tribuna da Câmara

'Eu sou a favor de uma CPI, claro, mas é preciso, nesse caso específico do Shopping Popular, ter medidas de efeito imediato', disse Ivamberg.

06/06/2022 11h49, Por Dilton e Feito

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

Foto: Mario Neto / ASCOM-CMFS

Reforçar o pedido de abertura de uma CPI do Shopping Popular para investigar a situação dos camelôs que possuem boxes no empreendimento. Esse é um dos objetivos do vereador Professor Ivamberg (PT), que discursou sobre o assunto na tribuna da Câmara Municipal nesta quinta-feira (2). De acordo com o parlamentar, se tem medidas judiciais que permitem que os camelôs fiquem em seus locais de trabalho, então que a Justiça determine isso.

“Eu sou a favor de uma CPI, claro, mas é preciso, nesse caso específico do Shopping Popular, ter medidas de efeito imediato. Uma CPI demora 120 dias, e depois ainda será enviado um relatório para os órgãos competentes a fim de que se abra uma investigação. Mas como já têm processos tramitando na Justiça que obrigam os camelôs a serem isentos de pagar valores exorbitantes de taxas e aluguel, até porque não possuem condições de trabalho adequadas para tais cobranças, então que seja determinado pela Justiça”, disse.

Fonte: Ascom/ Câmara

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

image image image image image image
Categorias Dilton e Feito

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade