Política

João Roma diz que ‘governo do Estado não dá atenção ao Aeroporto de Feira’

Ele ainda informou que o governo federal tem investido muito nos aeroportos e que inclusive tem recursos disponíveis para auxiliar os estados.

30/06/2022 16h27, Por Dilton e Feito

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

Foto: Izinaldo Barreto

O pré-candidato a governador, ex-ministro da Cidadania e deputado federal, João Roma (PL), criticou a gestão do Governo do Estado do Aeroporto Governador João Durval, em Feira de Santana, que será o local de desembarque do presidente Jair Bolsonaro nesta sexta-feira (1º). “O Governo do Estado nunca deu atenção ao Aeroporto de Feira de Santana, a maior cidade do interior do nordeste brasileiro”, disse João Roma, nesta quinta-feira (30), durante entrevista à Rádio Sociedade News, de Feira de Santana.

João Roma garantiu que, se eleito governador, não poupará esforços para entregar a Feira de Santana um aeroporto que esteja à altura do potencial da maior cidade do interior da Bahia. O pré-candidato do PL disse que o equipamento que é gerido pelo governo estadual carece de investimento, ampliação da pista e melhoria das vias de acesso.

“Estou vendo que o governo fez a concessão e até uma pequena obra para tentar melhorar o terminal de passageiros. Mas carece de um investimento maior em infraestrutura. Para chegar e sair do Aeroporto de Feira é uma complicação. Falta planejamento”, destacou Roma.

Ele ainda informou que o Governo Federal tem investido muito nos aeroportos e que inclusive tem recursos disponíveis para auxiliar os estados. “Mas infelizmente o Governo do Estado não estabelece interlocução devida para que nós possamos ter um aeroporto que tenha mais linhas, mais equipado, em funcionamento pleno”, declarou. Segundo Roma, esses investimentos são necessários para que o Aeroporto de Feira se torne mais uma via para fortalecer a Princesa do Sertão como um polo de desenvolvimento regional.

Em Feira de Santana, nesta sexta-feira (1º), o presidente Jair Bolsonaro desembarca às 9h e, em seguida, vistoria as obras de duplicação do trecho oeste do Rodoanel de Feira de Santana. “Essa é uma obra esperada e que por décadas deveria ser concluída”, disse Roma. Ele anunciou que a realização das obras no trecho leste têm início previsto para 2023.

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

image image image image image image
Categorias Dilton e Feito

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  1. Lys Victoria disse:

    Concordo, sou de esquerda, mas infelizmente votaria nesse zero a esquerda se o mesmo realmente cumprisse com sua promessa. Isto é uma vergonha pra uma cidade do tamanho de feira de Santana.

  2. marcos disse:

    E ele está mentindo? Fez o que em feira?

  3. SILVANO disse:

    Ele e bolsonaro não dá antenção ao povo.

  4. Rosemary Araújo disse:

    Realmente uma vergonha esse Aeroporto! Uma cidade do porte de Feira de Santana é absurdo, o descaso do governador Rui Costa com Feira! Vc vê cidades como Conquista, entre outras menores com vôos diários para outras cidades . Aqui cidade, entroncamento rodoviário, com uma boa logística para empresas se instalarem, com esse mine aeroporto farjuto!

  5. Luiz disse:

    Esse Aeroporto tá no lugar errado… Aí não tem futuro mais não… Nunca vai crescer, porque especulação imobiliária não vai deixar. Solução é fazer logo fora da cidade, em uma área absurdamente maior, como fizeram em Conquista – ainda mais agora que principais acessos á cidade são duplicados. Certamente mediante concessão à iniciativa privada (ainda que patrocinada nos primeiros anos, pra compensar operação deficitária). Pode até ser focado em carga e logística, como o de Campinas foi no início, mas pelo menos com um terminal de passageiros razoável, como o de Petrolina.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade