Política

Deputado diz que perseguição aos evangélicos motivou mudança no nome de 'Pastor Tom' para 'Tom É Meu Amigo'

Em entrevista ao Acorda Cidade nesta quinta-feira (30), ele disse que agora vai trabalhar em cima do novo nome.

30/07/2020 às 12h09, Por Brenda Filho

Compartilhe essa notícia

Desde que mudou o nome eleitoral de Pastor Tom para Tom É Meu Amigo, o deputado estadual do PSL vem sendo especulado sobre o porquê disso e tem até sido alvo de chacota. Em entrevista ao Acorda Cidade nesta quinta-feira (30), ele disse que a mudança foi decorrente da perseguição aos evangélicos no Brasil. Segundo Tom, ele fez uma pesquisa e constatou que deputados que são bispos ou pastores não têm usado o título religioso na política, por esse motivo, embora não tenha explicado que tipo de perseguição acontece e por parte de quem. “Foi só por isso. E fui eleito vereador três vezes usando o nome Tom É Meu Amigo, então a gente consultou a base, amigos, correligionários… e eles concordaram. Agora, vamos trabalhar com Tom É Meu Amigo”, frisou. (Orisa Gomes)

Leia também:

Deputado pede alteração em nome oficial na Alba para 'Tom é meu amigo' 

Compartilhe essa notícia

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

image

Rádio acorda cidade