Bahia

Delegado diz que faca achada perto de secretário na BA foi usada no crime

Secretário foi achado morto na manhã de sábado (17), em Luís Eduardo Magalhães. Até esta segunda (19), ninguém havia sido preso pelo crime.

19/10/2020 às 15h10, Por Gabriel Gonçalves

Compartilhe essa notícia

Acorda Cidade

O delegado Rivaldo Luz, que está investigando o assassinato do secretário de Cultura e Turismo da cidade de Luís Eduardo Magalhães, oeste da Bahia, disse que a faca encontrada próximo ao corpo da vítima foi usada no crime. Sangue de ao menos mais uma pessoa também foi achado no local.

Na manhã desta segunda-feira (19), a esposa da vítima e a filha de Alexandre Vieira prestaram depoimento na delegacia. O secretário foi encontrado morto dentro da caminhonete dele, na manhã de sábado (17).

"Encontramos bastante impressões digitais e encontramos a arma do crime. A gente conseguiu apreender o celular da vítima e o celular nos está dando muitas informações. Estamos tratando das câmeras de vídeo, as câmeras de filmagem do local do crime, do local por onde ele passou, que está batendo com o celular dele. A gente está colhendo depoimento dos familiares, para que a gente possa evoluir no crime", disse o delegado Rivaldo Luz.

Também nesta manhã, peritos voltaram a recolher materiais da caminhonete da vítima. Novos exames serão feitos. A perícia já havia apontado que o secretário Alexandre Vieira não estava sozinho quando foi morto.

Inicialmente, a polícia divulgou que ele tinha sido morto com ao menos sete facadas, mas os exames apontaram que foram 13 perfurações, no total. O delegado disse que não foi encontrado somente sangue da vítima dentro do carro.

"Segundo as amostras de sangue colhidas, eram amostra de sangue de mais de uma pessoa. Era uma vida, era uma pessoa que tinha um cargo importante na cidade, um pai de família, cidadão de bem, e a gente vai tentar fazer de tudo para dar uma resposta o mais rápido possível à sociedade".

Câmeras de segurança

Imagens de câmeras de segurança mostram a caminhonete do secretário de Cultura e Turismo da cidade de Luís Eduardo Magalhães, oeste da Bahia, Alexandre Vieira, horas antes dele ser encontrado morto no banco do motorista do próprio veículo.

De acordo com a Polícia Civil da região, o carro passou pelo bairro Boa Vista, onde Alexandre foi achado morto, duas vezes, na madrugada de sábado (17). A primeira foi às 1h45, e a segunda, por volta das 2h12. Alexandre Vieira foi encontrado morto horas após o registro dessas imagens, no início da manhã de sábado.

A polícia segue investigando autoria e motivação do crime. Até a última atualização desta reportagem, ninguém havia sido preso.

Fonte: G1 Bahia

Compartilhe essa notícia

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

image

Rádio acorda cidade