Delegada vai pedir preventiva de suspeito de envenenamento

Martine Veloso vai pedir a prisão preventiva do suspeito de ter envenenado a ex-namorada de 14 anos.

28/08/2009 12h14, Por Dilton e Feito

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

A delegada Martine Veloso, da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), vai pedir a prisão preventiva do lavrador Ed Carlos Pereira de Jesus, 31 anos, suspeito de ter envenenado a ex-namorada Laudelice da Silva Bastos, de 14 anos, no dia 22 passado. Em depoimento, na manhã de hoje, ele negou ter cometido o crime e disse que a própria adolescente teria se envenenado.

 As declarações do lavrador não convenceram a delegada, que considerou estranho o fato dele só ter socorrido a vítima muito tempo depois da ingestão do iogurte que teria provocado a sua morte. Ed Carlos contou que o relacionamento com Laudelice já havia acabado há três meses e que a ela estaria com ciúmes, pelo fato dele estar envolvido com outras mulheres.

 Ainda segundo o suspeito, o iogurte foi comprado pela própria adolescente, que passou mal quando estavam em um motel e ele teria providenciado leite para tentar aliviar o mal estar dela. Questionado por ter fugido, ele justificou que sentiu-se ameaçado pela família da ex-namorada.

Inconformada e pedindo justiça, uma tia da vítima, Sandra Regina, reafirmou a versão da família, segundo a qual Ed Carlos obrigou Laudelice a tomar o iogurte envenenado. A informação foi da própria adolescente, que ainda chegou a ser levada para o hospital, mas não resistiu.

 Com informações do repórter Ney Silva.

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade