Feira de Santana

Criança diagnosticada com lagoftalmo precisa de ajuda para fazer cirurgia; ela não consegue fechar um dos olhos

A ajuda pode ser feita através da 'vakinha online'. com doação a partir de R$ 1,00.

19/01/2022 07h57, Por Andrea Trindade

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Gabriel Gonçalves

A pequena Maria Fernanda, de apenas 5 anos de idade, foi diagnosticada desde o momento do nascimento com lagoftalmo, uma doença que a impede de fechar um dos olhos.

Sempre com o olho direito aberto, Maria Fernanda usa um tampão para protegê-lo. Todo este problema enfrentado pela garotinha pode estar com os dias contados, mas para isso, a família dela precisa de recursos financeiros para que o procedimento seja realizado.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

Em entrevista ao Acorda Cidade, a mãe dela, Lídia Neri Pereira Cerqueira, explicou que a filha tem acompanhamento na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) e só agora foi orientada de que a filha já pode realizar a cirurgia.

"Fernanda já nasceu assim, e de imediato ela precisou ficar internada na UTI na maternidade, e até 1 ano e 4 meses ela foi acompanhada pelo Hospital da Mulher e de lá para cá, todo acompanhamento é feito pela Apae. Inicialmente, a médica disse que ela poderia fazer a cirurgia com 7 anos, mas agora já recebemos a informação que ela já pode fazer. Hoje Fernanda precisa utilizar esse tampão à noite na hora de dormir, infelizmente, o olho não fecha, é sempre aberto. Até fazer o procedimento da cirurgia, ela precisa ficar fazendo uso de um colírio e um gel específico para o problema dela, para lubrificar o olho, já que ela não consegue piscar. Somente a cirurgia custa cerca de R$ 5 mil reais, mas além disso, ainda tem as outras coisas que precisamos comprar para fazer os procedimentos em casa. Já temos informação que aqui em Feira esse tipo de cirurgia não faz, somente em Salvador, então estamos nessa batalha para fazer a cirurgia, ela também precisa fazer o exame da orelhinha que até hoje não tivemos condições de fazer", explicou.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade
 

Para ajudar Lídia e Maria Fernanda, a pastora Fernanda Calazans, da Igreja do Evangelho Quadrangular, decidiu montar uma campanha através da 'vakinha online'.

Segundo ela, a campanha está sendo bastante aceita pela comunidade e as pessoas podem ajudar a partir de R$ 1.

"Nanda já congrega aqui desde a barriga da mãe, nós acompanhamos todo o sofrimento da nossa irmã Lídia, ela teve quadro de pressão alta, descobriu depois que estava com diabetes e aí, Nanda nasceu prematura com muitos problemas e praticamente, ela se formou fora da barriga. Com o passar do tempo, Nanda precisou fazer as fisioterapias e este problema do olho, agravou. O valor da cirurgia é de R$ 5 mil, mas Nanda junto com a família não tem condições. Decidimos fazer esta vaquinha para fazer a cirurgia e todo mundo vem colaborando e apoiando, mas sabemos que não é apenas este valor de R$ 5 mil. Nanda vai precisar depois da cirurgia dos outros medicamentos, como o colírio especial, tem o gel que ela já utiliza, então graças a Deus já estamos com uma quantia boa arrecadada, mas ainda precisamos continuar com a campanha para garantir esse momento pós-operatório. No próximo dia 28, ela Nanda tem uma consulta e a partir daí, veremos onde ela vai fazer a cirurgia, como vai acontecer", concluiu.

Como ajudar:

Para realizar as doações, as pessoas podem fazer transferências através do PIX de Lídia Neri Pereira Cerqueira pelo: 970.370.365-87.

Instagram @nandinhaneres714r

Com informações do repórter Ed Santos do Acorda Cidade
 

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Captcha

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade