Eleições municipais

Conheça as propostas dos candidatos a prefeito de Feira de Santana para a segurança Pública

A maioria defendeu em seus projetos investimentos para a Guarda Municipal e videomonitoramento, ruas mais iluminadas, e parcerias com a Polícia Militar.

07/10/2020 às 06h24, Por Andrea Trindade

Compartilhe essa notícia

Andrea Trindade

Com índices altíssimos de assaltos e homicídios, a Segurança Pública está entre as áreas que mais preocupam os eleitores de Feira de Santana. Dos 10 candidatos a prefeitura no pleito de 2020, apenas três não apresentaram o projeto de governo na plataforma de Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), e com relação ao tema, apesar da espera de responsabilidade, que em geral é de do Governo do Estado, a maioria defendeu em seus projetos investimentos para a Guarda Municipal e videomonitoramento, ruas mais iluminadas, e parcerias com a Polícia Militar.

O Acorda Cidade destaca que as propostas a seguir foram constam nos projetos de governos apresentados na plataforma citada, utilizando as mesmas palavras presentes nos documentos registrados no TSE.

Confira a seguir:

Beto Tourinho (PSB) – Promete ampliar o apoio do município as os centros de recuperação hoje existentes e criar o centro municipal de recuperação de drogados. Implantar, em parceria com o Governo do Estado, o Observatório Municipal da Violência, com o objetivo de mapear a criminalidade e propor ações voltadas para a redução da violência em Feira de Santana; prometa também a ampliação do efetivo e qualificação contínua da Guarda Municipal, com enfoque para a atenção comunitária, preventiva e para o desenvolvimento de ações complementares ao trabalho realizado pelas polícias Civil e Militar. Pretende atualizar o Plano Municipal de Segurança e ampliar o centro de referência de atenção à mulher vítima de violência, em parceria com o Governo do Estado; fortalecer o gabinete de gestão integrada de segurança pública com a garantia de que funcione com a participação da sociedade civil(igrejas, associações e sindicatos) , e por fim, elaborar políticas de assistência estudantil que assegure a permanência de jovens nas escolas, diminuindo índices de evasão escolar.

Carlos Geilson (PODEMOS) – Não apresentou propostas de governo na plataforma de divulgação do TSE.

Carlos Medeiros (NOVO) – Promete investir na redução ou mesmo eliminação da evasão escolar, reduzir espaços vazios e mal iluminados, a exemplo de matagais e terrenos baldios; revitalizar espaços públicos e iluminação; promover a integração das ações da Guarda Municipal com as forças policiais estaduais, através de um sistema de troca de informações e compartilhamento de inteligência, ações conjuntas e capacitação; investir em tecnologia de monitoramento de espaços públicos e promover a melhoria da iluminação pública municipal .

Colbert Martins Filho (MDB) – Promete ampliar o efetivo atual da Guarda Municipal nos próximos anos; criar o Grupo Especializado em Policiamento de Trânsito Urbano, com deslocamentos rápidos e pontuais; Criar Grupo Tático Especializado e o grupo de treinamento para atuação em situações de alta complexidade na área de segurança pública. Promete também atuação conjunta, integrada e efetiva com as polícias civil, militar e federal em diversas áreas; dotar os Guardas Municipais com equipamentos e tecnologia modernos e eficientes; elaborar planos locais de segurança pública em todos os bairros e distritos de Feira de Santana e no centro com a participação da sociedade; implementando projetos como “Vizinho Solidário”; onde um conjunto de ações da Guarda Municipal em parceria com a população trabalhará na prevenção da criminalidade.

Estruturar e ampliar o sistema municipal de vídeo monitoramento, criar Eixos Monitorados pela Guarda Municipal; melhorar a iluminação nas ruas, avenidas, praças e parques, criar uma rede de educação e proteção constante às crianças e jovens, combater a violência e as drogas, destinar parte do mobiliário urbano à divulgação de temas relacionada à cultura da paz e de segurança pública e criar o projeto de proteção ao jovem em situação de vulnerabilidade. Colbert também promete engajar os Conselhos Tutelares nas ações preventivas de segurança envolvendo crianças e adolescentes, criar um observatório da segurança pública com a participação das Universidades e Faculdades no diagnóstico da violência na Região Metropolitana de Feira de Santana.


José de Arimateia (REPUBLICANOS) – Promete equipar, valorizar e treinar a Guarda Civil Municipal, ampliar e modernizar o sistema de videomonitoramento e implantar uso de drones de monitoramento. Criar a Operação Feira Segura em parceria com a PM para uso de policiais de folga na segurança das áreas mais movimentadas da cidade; ampliar a frequência e as áreas atendidas pela ronda da Guarda Municipal, inclusive nas áreas residenciais. Implantar a segurança comunitária com a Guarda Municipal, especialmente nos bairros mais vulneráveis da cidade, dar prioridade a presença de cunho educativo e de segurança da Guarda Municipal nas escolas municipais da cidade, metas e bonificações para a Guarda e criação dos Conselhos Comunitários de Segurança em parceria com o Estado, nos bairros para melhor acompanhamento e monitoramento destas áreas.

O candidato também promete valorizar a iluminação pública, atuar para que os proprietários de imóveis zelem pelos seus bens, evitando que terrenos e prédios fiquem abandonados e  criar um Plano Municipal de Combate às Drogas, no qual implantará ações ação coordenadas com as secretarias envolvidas para combater e prevenir o consumo e o tráfico de entorpecentes.

Marcela Prest (PSOL) – Não apresentou propostas de governo na plataforma de divulgação do TSE.

Nelson Roberto – Rei Nelsinho (PRTB) – Não apresentou propostas de governo na plataforma de divulgação do TSE.

Orlando Andrade (PCO) – Promete ampliar e reforçar o atendimento às mulheres em situação de violência doméstica e familiar.

Dayane Pimentel (PSL) – Treinar e qualificar a Guarda Municipal, realizar rodas da polícia nas escolas, fortalecimento das rondas nos bairros, expandir e equipar a Guarda Municipal, imantação da iluminação pública de LED nos bairros e distritos, realizar operações em parceria com os demais órgão de segurança, instalar câmeras em postos estratégicos da cidade e instalar ferramentas preventivas nos ônibus como câmeras e botão do Pânico.

Zé Neto (PT) – Promete ampliar o apoio do município aos centros de recuperação existentes; ampliar Centros de Operações de Controle e Prevenção da Violência, com melhor integração tecnológica com as políticas de segurança pública do Estado da Bahia; aperfeiçoar a estrutura de zeladoria do município; articular, permanentemente, torneios e atividades junto à Secretaria de Cultura Esporte e Lazer e outros, com o objetivo de fomentar o interesse dos jovens pelo esporte afastando-os da criminalidade; Criar Brigada Municipal de Combate a Incêndios e Criar Centro Municipal de Formação e Capacitação em Segurança Pública.

Pretende atualizar o Estatuto da Guarda Municipal com o objetivo de autorizar o exercício do poder de polícia de trânsito; transferir a estrutura da Superintendência de Trânsito para a Secretaria de Segurança Pública Municipal, em atenção à Constituição Federal de 1988; ampliar o monitoramento por câmaras das principais vias e pontos de ônibus dos bairros periféricos; aumentar a iluminação das ruas, com criação de “centros de monitoramento”; intensificar a vigilância através de rondas da guarda municipal e em parceria com a polícia militar, com foco na prevenção e no diálogo; implantar, em parceria com o Governo do Estado, o Observatório Municipal da Violência, com o objetivo de mapear a criminalidade e propor ações voltadas para a redução da violência em Feira de Santana; implantar Programa de Qualificação Continuada da Guarda Municipal, com foco na atenção comunitária, preventiva, e para o desenvolvimento de ações complementares ao trabalho realizado pelas polícias Civil e Militar.

Promete atualizar Plano Municipal de Segurança com a participação de representantes da sociedade, com o objetivo de traçar diretrizes e estratégias para enfrentamento da violência no município; ampliar Centro de Referência de Atenção à Mulher Vítima de Violência, em parceria com o Governo do Estado; fortalecer o gabinete de Gestão Integrada de Segurança Pública com a garantia de que funcione com a participação da sociedade civil (igrejas, associações e sindicatos); ampliar efetivo da Guarda Municipal, valorizando o quadro já existente e criando um programa de modernização, preparação e requalificação funcional da gloriosa Guarda Municipal do município.

Compartilhe essa notícia

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

image

Rádio acorda cidade