Bahia

Começa nova etapa do Mais Estudo para monitoria de Língua Portuguesa, Matemática e Educação Científica

Como incentivo à ação, o governo do Estado concede uma bolsa-auxílio no valor de R$ 100, creditado no final de cada mês na conta cadastrada, após apresentação dos relatórios de monitoria e validação da gestão escolar.

20/09/2021 14h32, Por Gabriel Gonçalves

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

Acorda Cidade

A Secretaria da Educação do Estado (SEC) iniciou a nova etapa do programa Mais Estudo, de monitoria em Língua Portuguesa, Matemática e Educação Científica, com a entrada de mais 4.005 novos monitores, que atuarão de setembro a dezembro de 2021. Como incentivo à ação, o governo do Estado concede uma bolsa-auxílio no valor de R$ 100, creditado no final de cada mês na conta cadastrada, após apresentação dos relatórios de monitoria e validação da gestão escolar. No total, para este ano, espera-se investir, com recursos próprios do Estado, cerca de R$ 10,6 milhões no programa.

A superintendente de Políticas para a Educação Básica, Manuelita Brito, falou sobre a importância desta nova etapa. “Nesta segunda chamada, o Mais Estudo incorpora novos estudantes, dentre os que já alcançaram bons resultados acadêmicos em 2021 e que têm interesse em fazer a monitoria. A importância disso é continuarmos mobilizando os alunos nesta etapa do ensino híbrido para as atividades de reforço escolar. Lembramos que o Mais Estudo é uma Atividade Curricular Complementar, ou seja, vale como atividade letiva, tanto para os monitores, quanto para quem recebe a monitoria. É um programa que pode ser determinante para a melhoria da aprendizagem neste ano tão desafiador para a Educação”.

No Colégio Estadual Antônio Carlos Magalhaes, localizado em Ibipeba, os monitores participaram, na quinta-feira (16), de uma reunião de boas-vindas para alinhamento de horários, orientação de trabalho e planejamento das monitorias, que serão iniciadas no colégio, nesta segunda-feira (20). Para o novo monitor de Matemática, Marcos Vinícius da Silva, 17, 2º ano, participar do programa é uma satisfação. “Sempre quis ser monitor do programa e só agora tive a oportunidade se ser selecionado. Estou muito animado para ajudar os colegas e espero que eles tenham um bom engajamento”, afirmou.

Quem também está na expectativa é Raiane Rocha, 18, 3º ano, da mesma unidade escolar, que foi selecionada como monitora de Língua Portuguesa pela segunda vez. “Estou muito feliz por continuar na monitoria e tirar as dúvidas dos meus colegas. Já planejei as monitorias, que deverão ocorrer de três a quatro vezes por semana, de forma presencial e, também, remota”, comentou a estudante.

Sobre o Mais Estudo – Instituído pela Lei Estadual nº 14.306/2021 e regulamentado pelo Decreto n° 20.258/2021, o programa tem o objetivo de apoiar as aprendizagens dos estudantes, por meio de atividades de reforço escolar com alunos monitores nas áreas de Língua Portuguesa e Matemática, além da inserção de ações voltadas à Educação Científica para estudantes do 8° e 9º ano do Ensino Fundamental e da 1ª a 4ª série do Ensino Médio da rede estadual de ensino. Em 2021, estão sendo ofertadas 52 mil vagas no programa.

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade