Feira de Santana

Camelôs reclamam que valores de boxes no Shopping Popular são abusivos

Segundo a prefeitura, a previsão é que a transferência dos ambulantes inicie no fim do mês de março.

03/03/2020 às 21h34, Por Andrea Trindade

Compartilhe essa notícia

Rachel Pinto

Os camelôs que trabalham no centro comercial de Feira de Santana realizaram mais uma manifestação na Câmara de Municipal de Vereadores na manhã desta terça-feira (3). É a segunda, nesta semana.

Foto: Paulo José/Acorda Cidade

Além do prazo que eles consideram curto para realizar a transferência para o Shopping Popular, eles alegam que os valores cobrados pelo metro quadrado dos boxes são abusivos.  A vendedora ambulante Fabíola Maia que trabalha com confecções na Sales Barbosa há 16 anos, considera inviável a transferência dos camelôs para o Shopping Popular até o dia 30 de março. De acordo com ela, ainda falta a finalização dos sanitários da obra e outros ajustes. Ela também declarou que o metro quadrado dos boxes custará R$80 e muitas pessoas não tem condições de pagar essa taxa.

“O valor é abusivo. Tem pessoas ali que trabalham com panos de prato, desinfetantes, consertando relógio, consertando alicate e não tem condições de pagar o valor que irá ser cobrado. O valor do metro quadrado será R$80. Ninguém tem condições de pagar e estamos querendo uma renegociação para que abaixe esse valor, para que nós possamos trabalhar. Nós queremos tributos municipais como se paga em outros e outros lugares. Uma taxa que seja digna para cada pai e cada mãe de família”, declarou em entrevista ao Acorda Cidade.

Fabíola salientou que as manifestações realizadas pelos camelôs têm como objetivo chamar a atenção e pedir o apoio da sociedade e dos vereadores para mudar essa situação.

Sobre o prazo de transferência até o dia 30 de março, ela opinou que acredita que até esta data a obra não estará finalizada e não há condições de todos os camelôs serem removidos para o local.

Secretário Borges Júnior (Foto: Paulo José/Acorda Cidade)

O secretário de Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico, Antônio Carlos Borges Júnior, esclareceu em entrevista ao Acorda Cidade que o prazo para a entrega das chaves do dos boxes do Shopping Popular foi estendido, e ainda faltam alguns ajustes a serem feitos na obra, mas a previsão é que a transferência dos ambulantes inicie no fim do mês de março.

Segundo ele, os valores cobrados pelos preços dos boxes foram definidos em contrato entre a prefeitura municipal e o Consórcio Feira Popular, mas quem define o tamanho do box é o próprio ambulante.

“Mais de 1.200 ambulantes assinaram o contrato conosco. Alguns já estão fazendo as adequações internas dentro de seus boxes porque entendemos que esse período agora de transição é muito importante para que quando chegar o mês maio que é uma data importantíssima o mês do dia das mães e o período do São João, o ambulante possa realizar suas vendas. Nós estamos já notificando e também já baixamos uma portaria dando um prazo pra que essas pessoas comecem a se preparar para a sua relocação e nos colocando a disposição de cada ambulante para que a gente possa ser facilitador, colocando caminhões, guinchos e pessoal. Então nós estaremos colocando uma equipe na rua para que a gente possa dar essas possibilidades a esses ambulantes e. O metro quadrado do box é R$80, valor que foi estipulado pelo edital e pelo contrato entre a prefeitura municipal e o Consórcio Feira Popular, mas nós sempre colocamos para os ambulantes que quem vai definir o box. Estamos abertos ao diálogo para quem quiser vir
a secretaria ajustar o valor de acordo com a sua capacidade financeira” , declarou.

O Shopping Popular ainda não está pronto, porém a prefeitura deu 30 dias para os camelôs deixarem as ruas. (Fotos: Paulo José/Acorda Cidade)

Com informações do repórter Paulo José do Acorda Cidade.
 

Compartilhe essa notícia

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

vacinação antirrábica

Feira de Santana

Confira os locais de vacinação contra a raiva nesta semana; seis bairros estão incluídos

O CCZ promove a imunização nos bairros Conceição, Chácara São Cosme, Queimadinha, Conjunto ACM, Tanque da Nação e Mangabeira, das...

27/05/2024 às 15h37

evento no Acefs com Sebrae

Empreendedorismo

Sebrae e Acefs oferecem capacitação gratuita para ativar vendas no período junino

A convidada será Anna Libório, especialista em Varejo de Moda Palestrante, Consultora de Moda e Varejo e Lifestyle.

27/05/2024 às 15h29

Vila Olímpia

Feira de Santana

Moradores do Conjunto Vila Olímpia relatam sobre falta de manutenção: "O mato cresce, eles esquecem da gente"

De acordo com uma moradora, existia um projeto de transformar o espaço em uma área de lazer para os próprios...

27/05/2024 às 15h26

Expedito Eloy

Feira de Santana

Finanças municipais: números do 1⁰ quadrimestre vão ser apresentados à Câmara nesta quarta (29)

A audiência pública contará com a participação da Secretaria Municipal da Fazenda, responsável por fazer a descrição dos resultados obtidos....

27/05/2024 às 12h57

Caminhão tomba na BR-324 em Humildes após motorista perder o controle da direção

Feira de Santana

Caminhão tomba na BR-324 em Humildes após motorista perder o controle da direção

De acordo com testemunhas, o motorista foi encaminhado para o HGCA. Até o momento não há mais informações sobre o...

27/05/2024 às 12h54

Edvaldo Lima

Feira de Santana

Servidores do Estado reclamam de revisão salarial parcelada e sem efeito retroativo

O vereador Edvaldo Lima foi procurado por profissionais da enfermagem, que pediram para relatar na Câmara a insatisfação.

27/05/2024 às 12h51

image

Rádio acorda cidade