Feira de Santana

Buracos e lama causam transtornos a moradores e comerciantes da Rua Tupinambá

O superintendente da Superintendência de Operações e Manutenção do município (Soma), João Vianney, confirmou que já está ciente da situação.

04/12/2021 09h33, Por Gabriel Gonçalves

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Laiane Cruz

Moradores e comerciantes da Rua Tupinambá, localizada no bairro Mangabeira em Feira de Santana, não aguentam mais tantos buracos e água empossada na via, prejudicando o tráfego de veículos, a passagem de pedestres, além de trazer um forte mau cheiro.

O comerciante Agilvan Teixeira disse que a população da área convive há mais de 15 anos com essa situação.

“Nosso comércio fica impossibilitado, pois ninguém quer entrar e o mau cheiro é grande. Não tem ninguém que dê um socorro à gente aqui, nem um paliativo”, reclamou.

Foto: Paulo José/Acorda Cidade

Proprietário de um bar e restaurante, o comerciante Raimundo Anselmo precisou colocar pedras no passeio do estabelecimento, para impedir que os carros e motocicletas subam para desviar dos buracos e danifiquem ainda mais o piso, como já vinha acontecendo.

“A prefeitura já veio aqui não sei quantas vezes, só faz medir, promete e nunca vem. Tem que fazer um asfalto bem feito aqui e uma drenagem. E tem uma lagoa aqui que toda a água da Cidade Nova vem pra cá, e enche aí e alaga tudo”, afirmou.

O superintendente da Superintendência de Operações e Manutenção do município (Soma), João Vianney, confirmou que já está ciente da situação.

Foto: Paulo José/Acorda Cidade

“Essa situação da Tupinambá, a gente tem conhecimento. Fizemos uma vistoria conjunta com a Sesp (Secretaria de Serviços Públicos ) e a Vigilância Sanitária. Tem um problema grave ali de afloramento de lençol freático, lançamento de água servida, esgoto em alguns locais, e o pavimento degradou ao longo do tempo. Estamos vendo uma forma de conduzir essa água e na sequência fazer uma intervenção no pavimento”, justificou.

Foto: Paulo José/Acorda Cidade

Com informações do repórter Paulo José do Acorda Cidade 

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Captcha

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade