Bahia

Vai viajar no São João? Veja dicas da PRF para evitar o tipo mais frequente de acidente atendido na BR 324

As colisões traseiras são subestimadas por muitos e estão longe de serem apenas “batidinhas de para-choques”, como muitos acreditam.

12/06/2024 às 10h04, Por Acorda Cidade

Compartilhe essa notícia

Estrada- rodovia
Foto: PRF

A BR 324 é a principal rota de quem segue da capital do Estado em direção a diversas regiões do interior onde o São João é comemorado. E os festejos juninos, representa a época de maior fluxo de veículos circulando nas rodovias da Bahia. Para se ter uma ideia, no ano passado a BR-324 recebeu entre os dias 21 e 26 de junho, um tráfego quase 50% maior que nos dias convencionais.

Como este ano o feriado do Dia de São João (24) caí em uma segunda-feira, existe a previsão de número expressivo de veículos e pessoas que sairão da capital baiana com destino aos lugares de festas do São João, o que exige da PRF e dos próprios viajantes cuidados redobrados para proporcionar a segurança de todos.

BR 324
Foto: PRF

Um levantamento da PRF demonstra que em 2023, assim como em outros anos, as colisões traseiras foram o tipo de sinistro mais frequente na BR 324, correspondendo a quase 30% (178) do total de sinistros registrados de janeiro até dezembro (624). Já nos primeiros cinco meses deste ano, os números já acendem o alerta, pois já foram registrados 83 sinistros do tipo colisão traseira na rodovia.

Esse tipo de sinistro está intimamente relacionado ao comportamento imprudente do motorista de não guardar distância de segurança do veículo que transita a sua frente. A manutenção da distância segura é importante para que o condutor tenha tempo para reagir e possa realizar a frenagem quando necessário e evitar a possibilidade de ocorrer uma colisão traseira.

Além disso, não “andar colado” auxilia os veículos que tenham a intenção de realizar ultrapassagens e os veículos de socorro a intercalarem com agilidade e segurança os veículos que transitam a sua frente, diminuindo o risco de sinistros e melhorando a fluidez do trânsito.

Os condutores devem tomar cuidado também com a distração ao volante, mudança repentina de faixa de forma indevida e travessia de pedestres, pois são causadoras de muitos sinistros.

Trechos que merecem atenção

-Km 520 ao Km 540 – Entre Amélia Rodrigues e Conceição do Jacuípe (Berimbau).

-Km 600 ao Km 628 – Entre Simões Filho e Salvador – Trechos das localidades conhecidas como CIA/Aeroporto, Valéria, Águas Claras , Brasilgás e Bom Juá.

Regras dos Dois Segundos

Mantenha uma distância segura do veículo da frente. Uma boa distância permite que você tenha tempo de reagir e acionar os freios diante de uma situação de emergência e para que haja tempo também para que o veículo, uma vez freado, pare antes de colidir.

Uma regra simples que muitos não conhecem e que pode ajudar a evitar muitos acidentes e salvar vidas é a regra dos dois segundos. Em condições normais da pista e do clima, o tempo necessário para manter a distância segura é de, aproximadamente, dois segundos.

Essa distância, leva em consideração o trânsito dentro dos limites de velocidade estabelecidos, que é de 110 quilômetros por hora no máximo.

  1. Escolha um ponto fixo à margem da via;
  2. Quando o veículo que vai à sua frente passar pelo ponto fixo, comece a contar;
  3. Conte dois segundos pausadamente. Uma maneira fácil é contar seis palavras em sequência “cinquenta e um, cinquenta e dois”.
  4. A distância entre o seu veículo e o que vai à frente vai ser segura se o seu veículo passar pelo ponto fixo após a contagem de dois segundos.
  5. Caso contrário, reduza a velocidade e faça nova contagem. Repita até estabelecer a distância segura.

Para veículos com mais de 6 metros de comprimento ou sob condições adversas como chuva e neblina, aumente o tempo de contagem: “cinquenta e um, cinquenta e dois, cinquenta e três”.

Final de Fila

Um dos imprevistos que podem ocorrer nos deslocamentos nas estradas é se deparar com uma equipe policial, ou da concessionária que presta serviço na rodovia, sinalizando um congestionamento ocorrido devido a algum sinistro grave ou interdição na via.

Neste caso, mantenha os cuidados da direção defensiva. Assegure a distância do veículo a sua frente, reduza a velocidade gradativamente e sinalize eventuais manobras ou paradas completas. Desta forma você evita a ocorrência de novos sinistros.

Observe as orientações emanadas pelo agente. Não confunda esta situação com uma fiscalização de velocidade ou ‘blitz’. Conduza seu veículo conforme os sinais do agente. Como exemplo, o sinal de reduzir a velocidade ou a ordem de parada. Fique atento a objetos como cones e viaturas. Estes podem estar orientando mudança de faixa ou pista.

Por fim, a PRF deseja um bom feriado a todos e ressalta que o trânsito não pode ser visto como um local de disputa e sim de convivência, onde todos precisam se respeitar e cuidar uns dos outros. Agindo desta maneira, é possível evitar sinistros e preservar vidas.

Compartilhe essa notícia

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Eu acho que o fluxo ultrapassa os 100 por cento no dia 23 e 24 praticamente e engarrafado de salvador a feira 4 a 5 horas de viagem. Veículos fervendo sem manutenção para o trajeto.motoristas despreparados sem experiência em rodovias excesso de velocidade ultrapassagem perigosa são elementos típicos dessa época junta com a péssima conservação da rodovia o resultado só pode ser acidentes

Mais Notícias

image

Rádio acorda cidade