Bahia

Sondagem da Ponte Salvador-Itaparica em águas rasas é iniciada

A sondagem consiste na coleta de fragmentos do solo marinho no local onde serão instalados pilares da ponte.

11/06/2024 às 21h58, Por Acorda Cidade

Compartilhe essa notícia

Sondagem Ponte Salvador-Ilha de Itaparica
Foto: Thuane Maria/GOVBA

O governador Jerônimo Rodrigues anunciou nas redes sociais, nesta terça-feira (11), que a construção do Sistema Rodoviário Ponte Salvador-Itaparica passou para uma nova etapa, quando foram iniciadas as perfurações da sondagem em águas rasas, ou seja, até 10 metros de profundidade. Este é o começo de uma fase importante para a concretização do projeto e acontece, inicialmente, do lado de Vera Cruz. Em seguida, a plataforma que realiza os furos percorrerá o trecho de 1.5 km da margem do lado de Salvador.

“A sondagem é uma fase importante para o estudo das características do solo onde serão instalados os pilares da ponte. O trabalho segue firme, com foco no desenvolvimento do nosso estado, para concretizarmos esse projeto que vai transformar o cenário socioeconômico da região, integrando ainda mais a nossa Bahia”, destacou Jerônimo.

Sondagem Ponte Salvador-Ilha de Itaparica
Foto: Thuane Maria/GOVBA

Nesta etapa, a sondagem é executada por uma perfuratriz acoplada a uma plataforma estilo Jack Up, com uma maior estrutura e dimensão, pelo grau de complexidade do processo. Ao todo, serão 22 furos em lâmina d’água com até 10 metros de profundidade. A sondagem consiste na coleta de fragmentos do solo marinho no local onde serão instalados pilares da ponte. Em seguida, os materiais serão analisados por laboratórios especializados, responsáveis por oferecer relatórios detalhados com informações sobre o solo da área. Essa atividade começou com os trabalhos em terra no dia 31 de janeiro deste ano, em Vera Cruz.

Para Cláudio Villas Boas, CEO da Concessionária Ponte Salvador-Itaparica, cada etapa em direção à consolidação da obra aponta os horizontes de um futuro de desenvolvimento para a Bahia. “Estamos falando de um investimento que vai ser responsável pela transformação no cenário socioeconômico do nosso estado. Serão mais de 10 milhões de beneficiados em 250 municípios”, completa o gestor. Villas Boas destaca também a parceria essencial com a Marinha do Brasil neste avanço em direção ao mar. “Um dos nossos principais focos é o cumprimento de todos os requisitos necessários para entregar a obra com segurança e no padrão que o povo baiano merece. A Marinha tem sido uma importante parceira nesse processo”.

Ainda de acordo com Claudio Villas Boas, a contratação de empresas locais é uma prioridade em todas as fases do projeto. “Até o momento, 17 empresas baianas foram contratadas e 300 empregos diretos e indiretos foram gerados somente em função da sondagem, que representa um investimento de R$ 160 milhões”.

Sondagem Ponte Salvador-Ilha de Itaparica
Foto: Thuane Maria/GOVBA

Sinalização náutica

Visando garantir a segurança no mar tanto para as embarcações em trânsito, como para os profissionais em atividade na sondagem, a plataforma está devidamente sinalizada com luzes de modo a indicar a sua área de atuação. Esta é uma ação que atende aos requisitos da Marinha do Brasil.

Ainda com o objetivo de orientar a comunidade marítima local e garantir a segurança da navegação na Baía de Todos-os-Santos, a Marinha emite avisos aos navegantes antes da movimentação das embarcações e dos equipamentos envolvidos na sondagem.

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Essa ponte é promessa desde a Ditadura com o Governador Biônico, como o metrô também.
    Promessas em época de campanha todos fazem. A duplicação da Artêmia Pires é mal exemplo disso, mas só reclamam do PT, falta imparcialidade nos comentários ou as vezes são funcionários direita ou indiretamente da prefeitura.

  2. Começou a temporada de enganação. Basta aproximar -se o período eleitoral ,que políticos sem o menor pudor abrem o período de PROMESSAS, sem qualquer explicação sobre o motivo destas, apesar de “VELHAS”, não terem sido CUMPRIDAS antes. A PONTE DE FUMAÇA, prometida ainda na campanha para o 1o mandato doi ex governador J.WAGNER, só aparece em 2 ocasiões, primeiro para turbinar os DISCURSOS em campanhas,segundo para “JUSTIFICAR” a apropriaç(ops), digo a alocação de RECURSOS EMERGENCIAIS(sem necessidade de comprovação), que acabam perdendo -se na memória pouco atenta do eleitor, levados para empresas parceiras (offshore) em paraísos fiscais que sequer sabíamos existir.
    Quem lembra que para está tal PONTE DE FUMAÇA, Já foram alocados pelo DENIT $23.752.770,00, dos recursos do PAC 2 da MAMÃE DILMA, dos quais já foram consumidos, $ 367,48 milhoes ( suficiente para aquisição de app 12 Ferries) sem que a obra tenha saído do papel…. Não importa, o que vale é a promessa, para que eleitores incautos continuem a perpetuar no poder aqueles que muito prometeram, e NADA fizeram.

Mais Notícias

image

Rádio acorda cidade