Bahia

Queijo e iogurtes baianos são premiados em concurso na França

Produtos conquistaram três medalhas de bronze no Mundial do Queijo de Tours, considerado um dos mais importantes do mundo

13/09/2023 às 19h49, Por Acorda Cidade

Compartilhe essa notícia

Foto: Mário Marques/SDE

A Bahia segue se destacando pela qualidade da sua produção de queijo e iogurte artesanal. O estado, que teve 36 queijos medalhistas no VI Prêmio Queijo Brasil, no mês de julho, agora foi premiado no Mundial do Queijo de Tours, na França. A Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), responsável pela articulação junto a outros órgãos governamentais, a pedido do governador Jerônimo Rodrigues, para o fortalecimento e certificação de pequenos produtores de queijo no Estado, celebrou a premiação.

No concurso, que é considerado um dos mais importantes do mundo, foram conquistadas 3 medalhas de bronze, uma pelo queijo Coração de Massapê, da Fazenda Licurizal, de Santanópolis, e duas pelos iogurtes de Licuri e Umbu, da Morrinhos Artesanais, de Tanquinho. O concurso, que acontece a cada dois anos, avaliou quesitos como aparência, aromas, sabores, textura e equilíbrio. Mais de 1600 produtos participaram e foram avaliados por 250 jurados.

O secretário de Desenvolvimento Econômico (SDE), Angelo Almeida, comemorou o resultado e destacou que os prêmios só reforçam a qualidade dos laticínios artesanais feitos no Estado. “Conheci o queijo da Fazenda Licurizal e os iogurtes da Morrinhos logo após o grande resultado que obtivemos no Prêmio Queijo Brasil. Tive a oportunidade de receber os produtores na SDE e provar esses produtos de altíssima qualidade. Desde então, tive a certeza de que aquele seria apenas um prêmio de muitos que estariam por vir”, revelou.

O gestor falou ainda sobre a importância do fortalecimento dos pequenos produtores. “A certificação de queijos produzidos no estado e o fortalecimento do setor tem sido pauta de reuniões entre a SDE, a Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB), a Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), o Sebrae, a Associação Comer Queijo e o setor produtivo. Estamos discutindo adequações na legislação com o intuito de viabilizar a certificação necessária para que os produtos sejam comercializados em todo o Estado”, disse.

Premiados

O queijo Coração de Massapê premiado é produzido por João Campos, que é a terceira geração de queijeiros da sua família. Ele explica que o produto é autoral, produzido de maneira sustentável e sem resíduos químicos, e destaca que esse reconhecimento tem um sabor especial. “Fui agraciado com essa medalha de bronze em um dos concursos mais importantes do mundo em derivados de leite, com um júri pesadíssimo. Então, é um bronze com gosto de ouro, pois é a primeira e única medalha de um queijo baiano no exterior”.

Conceição Mascarenhas, responsável pela fabricação dos iogurtes da Fazenda Morrinhos Artesanais, diz que o resultado atesta a qualidade dos produtos, feitos com polpa das frutas e livres de corantes, conservantes e aromatizantes artificiais. “É um momento de imensa gratidão para todos nós. Está aí a grande importância do apoio ao pequeno produtor e à agricultura familiar”, disse.

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

image

Rádio acorda cidade