Bahia

Gás de cozinha fica mais caro na Bahia a partir desta sexta (1º)

O preço para as distribuidoras foi reajustado em R$ 4,90.

30/06/2022 13h21, Por Acorda Cidade

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Foto: Agência Brasil

Julho já começa com uma péssima notícia para os baianos. O gás de cozinha vai ficar mais caro no estado a partir desta sexta-feira (1º). Segundo o Sindicato de Revendedores (Sindrevgás) o preço para as distribuidoras foi reajustado em R$ 4,90 e o repasse para o consumidor ficará entre R$ 5 e R$ 7.

A medida faz valer a política da Acelen , empresa que controla a refinaria Mataripe (ex-RLAM), de que no dia 1° de cada mês irá rever os preços praticados, podendo haver aumento ou diminuição no valor do produto. De acordo com a TV Bahia, a Acelen não afirmou o aumento, porém, segundo o sindicato, a informação já foi passada para as revendedoras.

Segundo o levantamento semanal da Agência Nacional de Petróleo (ANP), entre os dias 19 e 25 de junho, o preço médio do botijão vendido na Bahia era de R$ 105,78. O valor mais caro do produto no estado foi de R$ 130,00 e o mais barato foi encontrado por R$ 90,00.

Este já é o quarto reajuste no preço do produto somente em 2022. A última alteração aconteceu no início de maio, quando ao contrário das outras vezes, o botijão ficou 10,7% mais barato.

OUTRO LADO

Em nota encaminhada ao Bahia Notícias, a Acelen confirmou o reajuste de 7,6% no gás de cozinha. “A Acelen informa que os preços dos produtos produzidos pela Refinaria de Mataripe seguem critérios de mercado que levam em consideração variáveis como custo do petróleo, que é adquirido a preços internacionais, dólar e frete. A Acelen reafirma sua aposta em uma política transparente, amparada por critérios técnicos, em consonância com as práticas internacionais de mercado”, completou a empresa.

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

image image image image image image
Categorias Bahia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  1. João Fillipe disse:

    O energúmeno deve vir comemorar mais esse aumento no desgoverno Bolsonaro. Alta nos alimentos, nos combustíveis, inflação a cada mês batendo recordes negativos, casos de corrupção sendo descoberto a todo momento. O pior e mais corrupto governo da história do Brasil…

    1. Samarony Carvalho disse:

      O único energúmeno aqui é você que é cego . A matéria fala que foi a refinaria que aumentou o preço. Vai atrás do Lula que ele vai baixar tudo ,igual seu companheiro da Venezuela, Argentina.. Aí tudo vai ficar igual pois ninguém vai ter mais nada . Corrupção igual ao mensalão nunca teve ou igual mas vc não vê isso pq é um adepto do faz mais rouba .

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade