Bahia

Embasa alerta para consumo de água neste São João; caixa d'água abastecida evita transtornos

É fundamental saber se o imóvel tem caixa d’água com capacidade adequada.

20/06/2024 às 16h37, Por Acorda Cidade

Compartilhe essa notícia

água - torneira - falta de água ft reprodução govba
Foto: Gov/BR

A época de São João é uma das mais esperadas no ano pelos baianos que costumam viajar para aproveitar os tradicionais festejos do interior do estado. Boa parte das pessoas que moram na capital optam por curtir as disputadas festas organizadas em diversos municípios baianos. E, para quem já está com as malas prontas para pegar o “caminho da roça”, é importante estar atento a algumas dicas simples para não “passar perrengue” durante os dias de folga.

É fundamental saber se o imóvel tem caixa d’água com capacidade adequada para atender a demanda diária dos ocupantes que estarão utilizando a água nesse período. Nessa época, é comum a turma com muitas pessoas se reunir em uma casa. Uma dica é calcular a média de 150 litros de água por dia por pessoa. Sendo assim, para imóveis com até três pessoas, uma caixa d’água de 500 litros já seria suficiente. Para seis a sete pessoas, é importante que a casa tenha reservatório de, ao menos, mil litros.

Além disso, se o imóvel tiver mais de um andar é imprescindível ter também reservatório superior e conjunto motor-bomba (equipamento que eleva a água do reservatório inferior até o superior). Essas medidas são essenciais para garantir o abastecimento em momentos de oscilações de pressão nas redes distribuidoras ou durante alguma manutenção emergencial, que pode interromper temporariamente o fornecimento de água.

“É fundamental verificar previamente se a caixa d’água da casa que vai receber os visitantes durante os festejos juninos, seja própria ou alugada, é compatível com o número de convidados. Essa medida simples garante uma estadia tranquila e agradável para todos”, aconselha Gildeone Almeida, diretor de Operação do Interior da Embasa.

Manutenção Periódica

Outro ponto fundamental diz respeito à manutenção periódica do equipamento, ou seja, saber se a caixa d’água está em boas condições de higienização. A Embasa garante a qualidade da água tratada até o medidor de água (hidrômetro), mas a responsabilidade pela manutenção das instalações internas é do usuário, que deve providenciar a lavagem e desinfecção das caixas d’água a cada seis meses. Também é importante tampar adequadamente a caixa para que não entrem pequenos animais, insetos ou sujeiras, evitando contaminação e transmissão de doenças.

As cidades que recebem as festas juninas tradicionais e, consequentemente, um grande fluxo turístico são alvo de operações especiais da Embasa. A empresa amplia as equipes de plantão e reforça as medidas operacionais para aumentar a produção e distribuição de água tratada. “Além disso, já iniciamos as manutenções preventivas nas redes de água e esgoto, como revisão e limpeza de equipamentos, para garantir uma boa prestação dos nossos serviços aos moradores e visitantes que vão curtir os festejos”, acrescenta Gildeone.

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

image

Rádio acorda cidade